Sonho de consumo nos anos 90 no Brasil, Kadett completa 80 anos de história

Sonho de consumo nos anos 90 no Brasil, Kadett completa 80 anos de história
Chevette, Monza, Kadett, Astra e Vectra GT. Esta foi a participação do Brasil nos 80 anos do verdadeiro Kadett, um fruto da Opel, braço alemão da GM. Com a primeira geração (de onze) lançada em 1936, o hatch já era revolucionário ao ter avanços como a construção monobloco e suspensão dianteira independente. Teve sua fabricação paralisada em 1940 para total atenção das fabricas alemãs na Segunda Guerra Mundial.
Sonho de consumo nos anos 90 no Brasil, Kadett completa 80 anos de história
Opel Kadett 1936 Até 1962, uma segunda geração foi construída, mas o nome Kadett reaparece apenas em 1962, conhecido como Kadett A. Era um sedã com motor 1.0 e um grande porta-malas que teve 650.000 unidades fabricadas. O "B" chega em 1965 com visual mais americano e 2,6 milhões de unidades vendidas até 1973.
Sonho de consumo nos anos 90 no Brasil, Kadett completa 80 anos de história
Opel Kadett 1973-1978 Agora chegamos em uma época mais familiar. O Kadett C é quase o nosso Chevette de primeira geração, lançado no mesmo 1973. Na Europa, trazia um motor 1.9 com injeção eletrônica de 105 cv e virou sensação nas pistas. Em 1979, foi a vez do Kadett D ser lançado, que deu origem ao Opel Ascona, nosso Monza, o primeiro das gerações com tração dianteira e motor transversal.
Sonho de consumo nos anos 90 no Brasil, Kadett completa 80 anos de história
Opel Kadett D 1980 O Kadett E, esse sim qual conhecemos com este nome, foi lançado em 1984 na Europa e chega ao Brasil em 1989. Grande sucesso no exterior, a Chevrolet brasileira o nacionaliza em uma época que não haviam lançamentos de novos carros há anos. Kadett GS 1993 Até 1993, Chevette e Kadett (ou Kadett D e E) viveram juntos nas lojas brasileiras. Em 1991, o Kadett vira Astra na Europa, mas mantém a geração.
Sonho de consumo nos anos 90 no Brasil, Kadett completa 80 anos de história
Astra F chegou em 1998 para substituir o Kadett E justamente o Astra substitui o Kadett no Brasil em 1998. Importado da Bélgica, conviveram juntos e, em 1998 começa a fabricação nacional já em uma nova geração, a G. Ele colocou fim no nome que foi desejo de jovens dos anos 1990, principalmente nas versões GS e GSi e GSi conversível com assinatura Bertone, que era enviada de São Caetano para a Itália para ser transformada e retornava. O Astra também deixou de ser produzido em 2011.
Sonho de consumo nos anos 90 no Brasil, Kadett completa 80 anos de história
Opel Astra OPC 1999 Curiosamente, o nosso Vectra GT lançado em 2007 era o Astra na Europa. Ou seja, o Brasil conheceu o Opel Kadett C, D, E, F, G e H. Com 24 milhões de unidades vendidas no mundo, o "Kadettão" ainda vive como Astra já em sua geração K.
Sonho de consumo nos anos 90 no Brasil, Kadett completa 80 anos de história
Vectra GT no Brasil, Astra na Europa Leia também: Carros para sempre: Chevrolet Kadett – “O carro da próxima década” Fotos: divulgação/wikimedia

Seja parte de algo grande

Sonho de consumo nos anos 90 no Brasil, Kadett completa 80 anos de história

Foto de: Leo Fortunatti