Mercedes confirma produção do GLC movido a hidrogênio em 2017

A Mercedes-Benz confirma nesta semana a produção da versão F-Cell do SUV GLC. Considerado a segunda geração do GLK, o modelo estreará a nova variante no ano que vem e promete ser o pioneiro no mercado a combinar célula de combustível e capacidade de recarga da bateria na tomada. As vendas serão iniciadas em mercados como Alemanha, Reino Unido, Estados Unidos e Japão, onde deve dividir clientes com Toyota Mirai e Honda Clarity.
Mercedes confirma produção do GLC movido a hidrogênio em 2017
Conforme explica a marca, o GLC F-Cell conta com baterias de íons de lítio capaz que permitem rodar até 48 km unicamente no modo elétrico. A joia da coroa do conjunto, porém, é o sistema de células de combustível desenvolvido em parceria com a Ford. Ele permite que o hidrogênio armazenado em dois tanques de 4,3 kg cada seja transformado em eletricidade para o motor elétrico, resultando em uma autonomia estimada de 500 km.
Mercedes confirma produção do GLC movido a hidrogênio em 2017
O tempo necessário para recarregar os tanques é de apenas 3 minutos, o mesmo necessário para abastecer um carro convencional movido a gasolina ou diesel. Mais detalhes em breve. Fotos: divulgação 

Seja parte de algo grande