Grupo Volkswagen vai cortar mais de 40 modelos do portfólio, diz jornal alemão

Logo após anunciar que vai investir bilhões de euros no desenvolvimento de mais de 30 carros novos até 2025, incluindo elétricos e autônomos, o Grupo VW também deverá fazer cortes de modelos já existentes para se recuperar do prejuízo gerado pelo escândalo das emissões que ficou conhecido como dieselgate. De acordo com o jornal alemão Handelsblatt, serão retirados de produção mais de 40 veículos, reduzindo o total da oferta das marcas VW, Audi, Porsche, Seat e Skoda para menos de 300 diferentes carros. O Grupo também considera a venda de algumas de suas marcas, como a MAN caminhões, a Lamborghini e até a Ducati - embora a Audi já tenha vindo a público dizer que a fabricante de Borgo Panigale não está à venda.
Grupo Volkswagen vai cortar mais de 40 modelos do portfólio, diz jornal alemão
O número total de carros a saírem de linha ainda não foi definido, mas faz parte do movimento de tornar a Volkswagen uma empresa mais "verde" e ajudar a superar o dieselgate, que gerou prejuízos da ordem de 16 bilhões de euros para a companhia.

Seja parte de algo grande