Ruim de loja, Volkswagen Jetta Hybrid deixará de ser oferecido nos EUA

A linha 2017 do Volkswagen Jetta chegará aos Estados Unidos com uma versão a menos no portfólio. Conforme explica a imprensa local, a marca deverá retirar do mercado a variante Hybrid, que hoje concorre com modelos como Honda Civic Hybrid e Toyota Prius. A decisão está diretamente relacionada à baixa popularidade do sedã, que desde o lançamento no Salão de Detroit de 2012 nunca caiu efetivamente no gosto dos norte-americanos. LEIA TAMBÉM: Teste CARPLACE: novo VW Jetta 1.4 TSI desafia o “primo rico” Audi A3 Sedan Volta rápida: Jetta muda da água para o vinho com motor 1.4 TSI
Ruim de loja, Volkswagen Jetta Hybrid deixará de ser oferecido nos EUA
Equipado com motor 1.4 TSI a gasolina associado a um bloco elétrico de 27 cavalos, o Jetta Hybrid rende no total 170 cavalos, saindo de fábrica sempre com câmbio DSG de sete marchas e dupla embreagem. A ideia de um híbrido dotado de motor turbo não agradou completamente os consumidores e o alto preço cobrado pela Volkswagen acabou por também ser um entrave para o sucesso do carro. Enquanto concorrentes como o Civic Hybrid custam US$ 25 mil, o Jetta hoje não sai por menos de US$ 31 mil.
Ruim de loja, Volkswagen Jetta Hybrid deixará de ser oferecido nos EUA
Com a saída da versão, a presença do Jetta nos EUA ficará ainda mais restrita. Não custa lembrar, as versões diesel, que representavam uma boa fatia das vendas totais, estão suspensas do mercado desde a descoberta do dieselgate. Fotos: Divulgação

Seja parte de algo grande

Ruim de loja, Volkswagen Jetta Hybrid deixará de ser oferecido nos EUA

Foto de: Dyogo Fagundes