Novo Citroën C3 é apresentado oficialmente e revela visual moderno/retrô - veja fotos

Poucas horas após o vazamento das fotos oficiais, a Citroën apresentou o novo C3 na Europa. Buscando manter seu espaço num mercado onde compactos franceses como o Renault Clio e Peugeot 208 marcam presença, a nova geração do compacto aposta num visual bastante original e muitas opções de personalização. Sem ser confundido na paisagem urbana, o novo C3 não esconde a inspiração no irmão maior C4 Cactus. Feito sobre a mesma plataforma do primo Peugeot 208, o compacto da Citroën mudou completamente, por dentro e por fora. Adotando o padrão visual visto nos modelos mais recentes da marca, o compacto se destaca pela dianteira com o conjunto ótico em 3 níveis: piscas e luzes diurnas acima, faróis ao centro e luzes de neblina abaixo. O aspecto é mais amigável em oposição ao estilo mais "agressivo" do 208. Enquanto a lateral traz um perfil semelhante ao do "primo" Peugeot, proteção plástica nas caixas de rodas e os inovadores Airbumps herdados do C4 Cactus, a traseira fica mais convencional e recebe para-choques com pintura parcial e lanternas mais quadradas com inspiração certa na linha DS. Assim como outros compactos europeus (MINI, 500 e DS3), o novo C3 se rende a pintura em dois tons. São nove opções de cores para a carroceria e três para o teto, permitindo ao todo 27 combinações. No interior, a inspiração é novamente o C4 Cactus, com um estilo que mescla o retrô e o moderno: painel de linhas retas, volante com base achatada, detalhes de acabamento com cantos arredondados por toda a parte e alças nos puxadores das portas. Evitando os botões, até os comandos do ar condicionado estão integrados a nova tela de 7" no console central. Novidade é a Connect Cam, integrada ao retrovisor interno que captura imagens e vídeos para as redes sociais. Ainda há comodidades como comandos de voz, monitoramento de pontos cegos e alerta de saída de faixa entre outros itens. Mecanicamente, não há surpresas: a gama de motores traz a nova família Puretech 3 cilindros em versões 1.0 de 68 cv, 1.2 de 82 cv e 1.2 turbo de 110 cv. A diesel estará disponível o 1.6 BlueHDi com 75 ou 100 cv de potência. Inicialmente todos com caixa manual de seis marchas, mas posteriormente será oferecido o câmbio automático de 6 marchas. Fotos: Citroën (divulgação)

Seja parte de algo grande