Volkswagen confirma US$ 100 milhões para produzir Amarok reestilizada na Argentina

Presidente da Argentina, Mauricio Macri foi há poucos dias em viagem oficial à Alemanha buscar investimentos da Volkswagen para o país. Inicialmente, especulações previam a anúncio da produção local de um novo modelo, mas o aporte confirmado pela matriz será aplicado nas linhas de montagem já existentes. Conforme anunciado por Herbert Diess, chefão da marca, US$ 100 milhões serão investidos na nacionalização da versão reestilizada da Amarok e na renovação visual da SpaceFox (lá chamada de Surán).
Volkswagen confirma US$ 100 milhões para produzir Amarok reestilizada na Argentina
Já apresentada na Europa, a nova Amarok incorpora para-choque e grade redesenhados, grade frontal com novo filetes, rodas com layout inédito e novas opções de formato para o santo-antônio. O interior também passou por importantes mudanças, adotando painel redesenhado com novas saídas de ar e botões de comando. Por fim, a lista de equipamentos ficou mais recheada, ganhando recursos de conectividade e o sistema Park Assist (inédito na categoria).
Volkswagen confirma US$ 100 milhões para produzir Amarok reestilizada na Argentina
Principal novidade mecânica, o motor 3.0 V6 turbodiesel também está confirmado, mas deve ser usado apenas pelas versões topo de gama. Na Europa ele é produzido com três faixas de potência (163, 204 e 224 cv) e substitui o atual 2.0 TDI envolvido no escândalo do dieselgate. Na configuração mais potente, a VW garante 193 km/h de velocidade máxima e aceleração de 0 a 100 km/h em 7,9 segundos. As opções de câmbio seguem as mesmas: manual de seis marchas e automático de oito velocidades.
Volkswagen confirma US$ 100 milhões para produzir Amarok reestilizada na Argentina
O lançamento está programado para o fim do ano na Argentina, e logo na sequência no Brasil. A presença no Salão do Automóvel de São Paulo, em novembro, é praticamente certa. Fotos: Divulgação

Seja parte de algo grande