Ford tem prejuízo de US$ 60 milhões com saída do Reino Unido da União Europeia

A saída do Reino Unido da União Europeia ainda nem foi consolidada, mas os prejuízos para a indústria automotiva já começam a ser contabilizados. Conforme relata a agência Automotive News, a Ford registrou no segundo trimestre deste ano prejuízos na casa dos US$ 60 milhões relacionados diretamente ao Brexit. A marca assegurou que manterá os empregos gerados por suas operações no país, mas admitiu que terá de formular uma nova estratégia de mercado para a região. LEIA TAMBÉM: Reino Unido: saída da União Europeia pode prejudicar indústria automotiva local GM pode encerrar produção no Reino Unido após o Brexit, diz site
Ford tem prejuízo de US$ 60 milhões com saída do Reino Unido da União Europeia
Até o final do ano, a Ford estima que os prejuízos devem chegar aos US$ 200 milhões - cifra que pode superar os US$ 500 milhões no decorrer de 2017. A marca estabelece no Reino Unido um importante centro de operações, principalmente na produção de motores - por ano, cerca de 1,6 milhão de propulsores são feitos por lá. Por conta das consequências geradas pelo Brexit (carga de impostos, barreiras e etc), executivos já dizem que "todas as opções estão na mesa" para evitar perdas financeiras. Fotos: Divulgação 

Seja parte de algo grande

Ford tem prejuízo de US$ 60 milhões com saída do Reino Unido da União Europeia

Foto de: Dyogo Fagundes