Novo Michelin Pilot Sport 4 traz vantagens e mais segurança para esportivos

Novo Michelin Pilot Sport 4 traz vantagens e mais segurança para esportivos
Antes de comprar um carro novo, todo mundo observa e considera muitos detalhes. Tecnologia embarcada, potência e eficiência dos motores, performance, nível de equipamentos e de segurança oferecida. A lista é ainda mais extensa quando se trata de um carro com pegada mais esportiva ou do segmento premium. Mas e o pneu? Como avaliar o desempenho de uma marca em relação à outra? Foi exatamente para mostrar estas diferenças que a Michelin nos convidou para conhecer o novo pneu Pilot Sport 4. Desenvolvido para carros esportivos, compactos e médios, o MICHELIN Pilot Sport 4 chega ao mercado com a promessa de entregar mais segurança, reatividade e controle, além de prazer ao dirigir. Segundo a marca francesa, suas inovações vêm da experiência em competições automobilísticas, a começar pelo seu desenho inspirado nos pneus utilizados na Fórmula E. Segundo a fabricante, o novo Pilot Sport 4 foi desenvolvido com a tecnologia “Elasto Sport” que tem como objetivo maximizar a segurança em piso molhado. Com um composto que recebe uma nova geração de sílica, combinado com o perfil e desenho da escultura da banda de rodagem, o pneu consegue expulsar melhor o excesso de água da pista, o que diminui a distância de frenagem e aumenta a aderência em curvas. Outra tecnologia presente é “Dynamic Response”, que segundo a fabricante, diminui o tempo de resposta do pneu. Esse resultado é obtido pela nova lona têxtil híbrida feita em aramida e nylon, pois deixam oferecem mais rigidez da banda de rodagem (na prática, o pneu “dobra” menos nas curvas). Para completar, o pneu tem carcaça 20% mais resistente que a geração anterior, porém, mais flexível. Para comprovar que o Pilot Sport 4 é superior aos concorrentes, a Michelin recorreu a testes realizados pelos institutos independentes alemães TÜV SÜD e Dekra, com pneus da mesma dimensão (225/45 ZR17 e 225/40 ZR18) de gamas comercializadas no mercado sul-americano, que inclui Bridgestone Potenza S001, Dunlop Sportmaxx RT, Goodyear Eagle F1 ASSYM. 2, Pirelli P Zero. Também pudemos realizar os mesmos testes, embora não auditados, no autódromo VelloCità, no interior de São Paulo. O primeiro teste feito pelo TÜV SÜD foi realizado em pista molhada, onde foi medida a distância que o carro percorreu até atingir 20 km/h a partir de uma velocidade inicial de 80 km/h. O Pilot Sport 4 precisou de aproximadamente 25,5 m enquanto a média dos concorrentes foi de 27,6 m, ou seja, o pneu da Michelin freou até 2,1 metros antes. Em nossa experiência, foi avaliada a frenagem de 100 km/h a zero em pista molhada, o que ampliou ainda mais a margem de ganho do Pilot Sport 4 com a média de 4 metros antes da parada total.
Novo Michelin Pilot Sport 4 traz vantagens e mais segurança para esportivos
Em uma reta asfaltada e seca, foi medida pelo TÜV SÜD a distância que o carro percorreu até parar a partir de uma velocidade inicial de 100 km/h. Mais um vez o Pilot Sport 4 precisou de menos espaço para parar, cumprindo a tarefa na faixa de 33,6 m contra a média de 35,0 m dos concorrentes. Outro teste realizado pelo instituto alemão foi o de aderência em curva molhada. Em um circuito circular molhado de 42 m de raio, foram feitas passagens na velocidade máxima em que o pneu resiste antes de perder a aderência e, consequentemente, o piloto perder o controle do veículo. Neste teste, o Pilot Sport 4 se manteve estável até 63 km/h, enquanto os concorrentes ficaram na média de 60,5 km/h. No Vello Città fizemos um teste semelhante, mas considerando a força G. Assim, a bordo de dois Audi A3 Sedan, um equipado com o pneu Michelin e outro Pirelli, conferimos o Pilot Sport 4 manter a aderência ao atingir 1,0 g de aceleração lateral, enquanto o Pirelli PZero obteve 0,9 g. Dentro do carro, além de observar atentamente o indicativo da força G aplicada, também foi possível notar claramente a diferença de aderência entre os dois modelos. O PZero, ao chegar próximo do indíce de 0,9 g, começa a trepidar e sair de frente, ao passo que o Michelin se manteve estável até 1,0 g sem nem ao menos fazer barulho.
Novo Michelin Pilot Sport 4 traz vantagens e mais segurança para esportivos
Talvez o item mais observado pelo consumidor é a durabilidade. Realizado pela Dekra em situações controladas, o que incluiu também o rodízio de jogo de pneus e motoristas entre quatro modelos, a Michelin obteve desgaste 15% inferior aos concorrentes. Considerando a vida útil do pneu, isso pode representar até 3.700 km adicionais ou seis a mais de uso que a media dos modelos avaliados. Fizemos ainda algumas atividades em pista para simular condições mais parecidas ao do uso no dia-a-dia. Sempre a bordo de um A3 Sedan 1.4, percorremos o trajeto passando por slalons secos e molhados bem como curvas secas e também molhadas. Com o Michelin, foi possível constatar além de uma rodagem mais silenciosa, maior aderência nas curvas secas e molhadas além da boa agilidade nos slalons. Quando equipados com o modelo da Bridgestone, o A3 Sedan escapava mais nas curvas, obrigando a reduzir bem a velocidade para contorná-las corretamente. O mesmo se observou nos trechos molhados, que em velocidade semelhante, fez a frente sair e perder a tangência completa do traçado.
Novo Michelin Pilot Sport 4 traz vantagens e mais segurança para esportivos
Em resumo, é muito díficil para um consumidor comum ter a oportunidade de testar previamente um pneu para ter uma noção das diferenças entre os modelos. Apesar da Michelin nos proporcionar as condições e concorrentes em que leva vantage mais ampla, fica comprovado pelos institutos TÜV SÜD e Dekra que realmente é superior aos modelos testados. No entanto, para equipar o seu carro com o novo Michelin Pilot Sport 4 será necessário desembolsar cerca de 20% a mais que os concorrentes.

Vídeo

https://www.youtube.com/watch?v=eGMkdtFoV_c

Galeria: Michelin Pilot Sport 4

Seja parte de algo grande