Lei dos faróis acesos gera 124 mil multas em um mês; acidentes caem 36%

Em vigor desde o início de julho, a lei que obriga o uso de faróis baixos acesos em rodovias durante o dia já gerou pelo menos 124 mil multas em todo o país. Conforme informa a Polícia Rodoviária Federal (PRF), no primeiro mês de atuação (8 de julho até 8 de agosto), a nova norma foi responsável pela aplicação de exatas 124.180 infrações. Os maiores índices foram registrados nos estados de Goiás (14.683), Minas Gerais (12.660) e Paraná (12.976).
Lei dos faróis acesos gera 124 mil multas em um mês; acidentes caem 36%
A norma foi criada no intuito de reforçar a segurança nas rodovias, de modo a contribuir com a redução da ocorrência de acidentes frontais. Segundo a PRF, neste período 117 colisões frontais foram registradas durante o dia em estradas de pista simples, o que representa redução de 36% na comparação com o ano passado. O número de casos envolvendo mortos e feridos também caiu, com redução de 56% nos óbitos e 41% nas lesões graves. Já entre os atropelamentos o recuo foi de 34%.
Lei dos faróis acesos gera 124 mil multas em um mês; acidentes caem 36%
No texto, a legislação determina que “o condutor manterá acesos os faróis do veículo, utilizando luz baixa”. O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) ressalta também que fica permitido o uso das chamadas DRL (Daytime Running Lamp), mas luzes de posição ou faróis de neblina não são aceitos. A fiscalização é feita tanto por agentes quanto por câmeras. O descumprimento é caracterizado como infração média, rende quatro pontos na CNH e multa de R$ 85,13. Fotos: Reprodução e CARPLACE

Seja parte de algo grande

Lei dos faróis acesos gera 124 mil multas em um mês; acidentes caem 36%

Foto de: Dyogo Fagundes