Condenado pelo Latin NCAP, Nissan Tsuru terá produção encerrada em 2017

Em comunicado divulgado nesta quarta-feira (26), a Nissan confirmou que encerrará a produção do veterano Tsuru no México. Bastante popular no país norte-americano, o sedã já vendeu mais de 2,4 milhões de unidades desde o lançamento, em 1984. Fundamental para a Nissan se estabelecer no México, o Tsuru foi um dos responsáveis pela liderança da marca no país. O modelo atual é baseado na geração antiga do Sentra (B13) da década de 1990, e é vendido sem airbags.
Condenado pelo Latin NCAP, Nissan Tsuru terá produção encerrada em 2017
"Na indústria automotiva mexicana, o Tsuru é um dos principais líderes de vendas", comentou Mayra González, Presidente e Diretora Geral da Nissan Mexicana. "A maioria dos mexicanos temos alguma história que nos relaciona com o Tsuru. Este sedã popular conta com um grupo grande de clientes e seguidores, brindando às famílias mexicanas um meio de transporte de alta qualidade, confiabilidade e durabilidade desde 1984."
Condenado pelo Latin NCAP, Nissan Tsuru terá produção encerrada em 2017
Segurança Testado em 2013 pelo Latin NCap, órgão independente responsável por avaliar a segurança dos carros vendidos na América Latina, o Nissan Tsuru recebeu "zero" estrela tanto na segurança para ocupantes adultos, quanto para crianças. No começo deste ano, o Latin NCAP divulgou um relatório afirmando que o veículo esteve relacionado a mais de 4 mil mortes entre 2007 e 2012, somente no México. "O México é um dos maiores países exportadores de carros no mundo, e exporta para mercados mais maduros, com regras mais rígidas de segurança. É perturbador que, no mercado interno, a indústria bloqueie, adie e altere à sua conveniência a regulamentação de segurança proposta pelo governo, que visa aumentar a segurança de todos os mexicanos nos carros. O Nissan Tsuru deveria ser tirado do mercado latino-americano", disse Alejandro Furas, secretário-geral do Latin NCap, no início do ano. Fotos: divulgação

Seja parte de algo grande