De passagem pelo Salão de São Paulo, Fiat 124 Spider comemora 50 anos

De passagem pelo Salão de São Paulo, Fiat 124 Spider comemora 50 anos
Apenas de passagem, o Fiat 124 deve ser uma das atrações no estande da Fiat no Salão de São Paulo. Ele aproveita a viagem para comemorar os 50 anos da sua primeira aparição durante o Salão de Turin em novembro de 1966, junto com demais variantes da família 124. Ele nasce durante a reação da indústria automotiva pós-crise europeia de 1964-1965, e chama a atenção com sua esportividade e, ao mesmo tempo, versatilidade. Seu motor era o 1.4 de 4-cilindros com 91 cv e tração traseira, além de desenho pelo famoso estúdio Pininfarina.
De passagem pelo Salão de São Paulo, Fiat 124 Spider comemora 50 anos
Em 1969, ele começa a ser importado para os Estados Unidos em sua segunda geração após mudanças para regulamentação conforme as leis locais. Ele chega com o motor 1.4 ou 1.6 de 111 cv e velocidade máxima de 180 km/h. De 1969 até 1972, foram vendidos 27.000 124 Spider naquele mercado até a chegada da terceira geração, os novos motores 1.6 e 1.8, com até 120 cv.
De passagem pelo Salão de São Paulo, Fiat 124 Spider comemora 50 anos
No mesmo 1972, começam as vitórias nas pistas, inclusive com um 124 Spider Abarth preparado para competições e homologado para as ruas, com motor mais potente e peças em alumínio e fibra para redução de peso. Até 1982, o 124 Spider foi fabricado e exportado para os Estados Unidos, responsável pela compra de 75% das 200.000 unidades do modelo. Em 2015, a Fiat lança o novo 124 Spider. Ele mantém algumas características, como a carroceria conversível e tração traseira com motor de baixa cilindrada na frente. Inspirado no seu antecessor de 1966, traz o 1.4 turbo Multiair de 142 cv ligado ao câmbio manual de seis marchas, explorando mais ainda o fator esportividade. Com preço inicial de US$ 24.995, continua atraindo pela relação de custo/adrenalina. Galeria de fotos

Seja parte de algo grande