Divisão de clássicos da Jaguar irá fabricar apenas nove exemplares desta deslumbrante obra de arte.

Boa comida, ótimas companhias (desculpe, colegas jornalistas automotivos), e um museu cheio de clássicos daqueles que é necessário um babador para ficar perto. Poderiam existir piores maneiras de perder o primeiro dia do Salão de Los Angeles. E lugares piores para o lançamento de mais uma recriação bárbara da divisão de clássicos da Jaguar. 

Esta noite, o palco é o impressionante Petersen Museum, em Los Angeles, e o Jaguar em questão é este XKSS de cair o queixo que você vê nestas fotos. Apenas nove destas criaturas apaixonantes passearão pelo mundo, que serão libertadas no ano que vem. 

 

Jaguar XKSS

 

Este XKSS é totalmente novo, construído por uma equipe de artesãos da Jaguar Land Rover Classic para ficar perfeitamente igual ao original de 1957. Isso significa que ele traz o motor 3.4 com seis cilindros em linha - como o encontrado no Jaguar D-Type de corrida - despejando 262 cv (e, provavelmente, com um ronco extremamente sexy).

A carroceria foi feita em liga de magnésio usando um processo chamado de "hand wheeling". Não sabemos exatamente o que é isso, mas presumimos que envolve as habilidades manuais que estes artesãos possuem. O metal foi coberto com tinta verde, batizada de Sherwood Green, como era de se esperar de um Jaguar clássico. 

 

Jaguar XKSS

 

O interior é tão impressionante quando o exterior. Bancos em couro perfeitamente costurados, painel de instrumentos em metal, e um volante em madeira com aparência de desgastado fazem parte de uma cabine extraordinária. 

No total, a Jaguar diz que são consumidas 10.000 horas de mão de obra em cada um dos nove XKSS. Acho que não preciso dizer que, se um destes nove XKSS aparecer em minha garagem, não negarei uma volta.

 

Seja parte de algo grande

Jaguar XKSS