Política protecionista do novo presidente não deve atrapalhar planos da montadora

Apesar da anunciada política protecionista do presidente eleito Donald Trump, a Ford afirma que manterá sem alterações os planos fabris e investimentos programados para o México. No país latino, a marca planeja investir R$ 5,5 bilhões nos próximos anos e concentrar toda a produção de carros compactos e médios para a América do Norte. Acontece que, em discursos pronunciados durante a campanha, Trump declarou que, se eleito, taxaria em 35% todos os veículos mexicanos vendidos em concessionárias estadunidenses.

Em entrevista concedida à agência Automotive News, o CEO Mark Fields respondeu: "Eu continuo convicto de que as políticas corretas prevalecerão. Eu acho que todos nós compartilhamos o mesmo objetivo, que é uma saudável e vibrante economia norte-americana". O executivo também se mostrou preocupado com o rumo da política econômica defendida pelo novo presidente, temendo "grandes impactos" sobre o quadro econômico geral dos Estados Unidos.

Como dito anteriormente, o objetivo da Ford é transferir a produção dos modelos Focus e C-Max para San Luís Potosí, e legar outras responsabilidades para a fábrica do Michigan. No México será concentrada a montagem de modelos compactos (o Fiesta já é feito por lá), enquanto nos EUA serão produzidos a inédita versão yankee da Ranger e a nova geração do SUV Bronco.

Fotos: divulgação 

Seja parte de algo grande