Sedã produzido no Brasil chega ao país renovado e em três versões de acabamento

A Chevrolet inicia nesta semana no Chile a venda da versão reestilizada do Cobalt. Produzido no Brasil, o sedã estreia no país andino em três versões de acabamento (LT MT, LTZ MT e LTZ AT), trazendo o visual atualizado como principal chamariz.

De série, o modelo LT oferece airbags frontais, freios ABS, ar-condicionado, direção elétrica, vidros elétricos e sistema de entretenimento MyLink com tela de sete polegadas e compatibilidade com Apple CarPlay e Android Auto. O acabamento LTZ adiciona câmera de ré, sensor de estacionamento, faróis de neblina, rodas aro 15" e computador de bordo.

 

Chevrolet Cobalt exportado Chile

 

Sob o capô, o conhecido motor 1.8 8V consome apenas gasolina e rende 105 cavalos. O câmbio pode ser manual de cinco marchas (contra a caixa de seis velocidades usada no Brasil) ou automático de seis (exclusivo do LTZ). Os preços variam entre 9.290.000 e 10.790.000 pesos (respectivamente R$ 46.700 e R$ 54.300 numa conversão direta).

Fotos: Divulgação

 

Seja parte de algo grande