Brasileiro fará neste domingo sua última prova na Fórmula 1 em Abu Dhabi

Felipe Massa foi o centro das atenções no paddock, após o treino classificatório deste sábado (26) em Abu Dhabi.

Depois que Claire Williams prestou homenagem à contribuição do brasileiro, desde que ingressou na equipe em 2014, ela anunciou que, além de presenteá-lo com um álbum de fotos e desenhos especialmente confeccionados, ilustrando sua carreira, ele receberá o carro utilizado no GP do Brasil.

O carro tinha como características o nome de Massa no lugar do principal patrocinador, a Martini, além da palavra "obrigado" na asa traseira.

Hora certa

Com Massa lutando para conter as lágrimas depois de ter sido informado do presente, ele disse aos membros da equipe, pilotos, mídia, amigos e familiares que tinha enorme gratidão por tudo o que a Williams havia feito por ele, mas que estava convencido de que estava deixando a F1 no momento certo.

"Estou muito orgulhoso da minha carreira, de tudo o que passei, dos bons momentos e os difíceis", disse ele. "Acho que é uma boa hora, então estou muito feliz com a minha decisão."

"É muito difícil decidir parar, porque somos jovens e você precisa decidir algo no momento em que você ainda está em forma. Tenho certeza que escolhi o momento certo para fazer isso."

Massa insistiu que estava indo para a corrida de domingo sem sentimentos de tristeza, tendo recebido muito apoio nas últimas semanas.

"Não estou triste, estou feliz pela minha decisão", disse ele. "É um sentimento muito bom terminar a sua última classificação, mas com um bom desempenho, e isso me dá felicidade e espero que possamos ter uma boa corrida amanhã."

"Conhecemos o carro que temos, a corrida não será fácil, muitos carros por aí são mais competitivos do que os nossos, mas vou tentar tudo o que puder para o melhor do meu carro."

Seja parte de algo grande

Felipe Massa na Fórmula 1