Estado cobrava na justiça indenização por desistência na construção de fábrica

Iniciado em 2000, o processo movido pelo Estado do Rio Grande do Sul contra a Ford acaba de chegar ao fim. Em acordo firmado com a Procuradoria-Geral do Estado (PGE-RS) e homologado pelo Superior Tribunal de Justiça, a montadora se comprometeu em depositar nos cofres estaduais a quantia de R$ 216 milhões.

O valor se refere à indenização cobrada pelo RS por conta da desistência da empresa na construção de uma fábrica na cidade de Guaíba, região metropolitana de Porto Alegre.

Na época, a marca recebeu incentivos ficais, um terreno e uma linha de financiamento do Banco do Estado do Rio Grande do Sul, o Banrisul, para viabilizar o projeto. No entanto, após questionamentos do governo estadual quanto aos incentivos concedidos, a fabricante desistiu do negócio.

O Estado da Bahia concedeu condições mais atrativas e a unidade acabou migrando para Camaçari, sendo inaugurada em 2001, com a produção do Fiesta.

Seja parte de algo grande