Porque o F12tdf é obviamente muito comum...

A Ferrari não ignora o mercado de carros especiais, feitos para clientes que não querem apenas o que é normalmente oferecido. Exemplos recentes disto são o F60 America e o F12 TRS, baseados respectivamente no F12berlinetta e no 458 MM Speciale, mas neste final de semana, no evento Ferrari Finali Mondiali, em Daytona, outro carro sob encomenda foi discretamente revelado.

Ele é chamado de SP275 RW Competizione e ou é baseado no F12 regular ou no F12tdf, bem mais radical e limitado a 799 unidades. Apesar de o F12tdf já estar esgotado, ele é a escolha mais provável, considerando os para-lamas mais largos e as saídas de ar laterais. O cupê amarelo fica muito próximo do P540 Superfast Aperta, baseado no 599, e do F60 America no que se refere a acabamento.

 


De acordo com um membro dos fóruns do Ferrari Chat, o Special Projects mais recente pertence ao médico Rick Workman, da Flórida, e foi entregue há menos de uma semana. Ele foi construído ao longo de dois anos e usa uma pintura Giallo triplo strato (três camadas de amarelo) com detalhes em fibra de carbono azul. A carroceria representa uma homenagem ao Ferarri 275 GTB/C 1964 do milionário Preston Henn, um carro considerado por alguns como o Ferrari mais valioso do mundo, valendo algo entre US$ 75 milhões e US$ 100 milhões. Curiosamente, Henn processou a Ferrari recentemente por não ter conseguido comprar um LaFerrari Aperta, mas desistiu do processo.

Leia também:

Voltando ao SP275 RW Competizione, não sabemos se ele tem alguma melhoria mecânica sobre o F12tdf, que já não é um carro lá muito comum. O Tour de France representa o ápice dos motores naturalmente aspirados da Ferrari, com um V12 que produz 780 cv e 71,9 kgfm. É o suficiente para ele acelerar de 0 a 100 km/h em 2,9 segundos e a uma velocidade máxima acima de 340 km/h.

Detalhes sobre o preço do SP275 RW Competizione não estão disponíveis no momento, mas você pode imaginar que foi muito mais caro do que o do F12tdf, que começava em € 310.184 (sem contar impostos). Coisa de R$ 1,15 milhão. Na Europa. Sem os nossos impostos. Apostamos que deve ter custado bem mais do que o BRABUS 850 que começa a ser vendido no Brasil pela pechincha de R$ 2,4 milhões...

Fonte: Ferrari F12 TdF (Facebook) via Road and Track, Ferrari Chat

Seja parte de algo grande