Portfólio restrito e problemas de confiabilidade têm afetado desempenho da marca no país

Apesar do investimento pesado e da promessa de bons resultados, a volta da Fiat aos Estados Unidos não está rendendo os números comerciais programados pela FCA. Conforme relata matéria do site CarBuzz, as vendas da marca não decolam e o portfólio restrito, associado a problemas de confiabilidade, acabam por piorar a situação.

No último mês de novembro, por exemplo, apenas 2.415 unidades saíram das lojas, o que representa queda de 15% na comparação com igual período do ano passado. Levando em conta o acumulado do ano, o recuo é ainda maior, de 19%, com 30.136 exemplares até o mês passado, contra 37.303 da soma de 2015.

Fiat vendas EUA

A marca até melhorou detalhes do acabamento e baixou os preços, mas ainda pesam contra ela o número restrito de concessionárias (apenas 200), o baixo índice de confiabilidade e o portfólio formado basicamente por modelos compactos - 500, 500L, 500X e agora 124 Spider.

A Jeep, por outro lado, é só comemorações. Representada por mais de 2 mil concessionárias, a marca vendeu só neste ano mais de 94.561 unidades do Renegade. Enquanto isso, o 500X (derivado da mesma plataforma) emplacou apenas 10.868 exemplares.

Fotos: divulgação

 

Seja parte de algo grande