Informação das fichas técnicas foi confirmada pela assessoria de imprensa da marca na Europa

Logo que publicamos que o Fiesta de sétima geração teria câmbio automático, alguns de nossos leitores questionaram a informação, dizendo que a Ford se referia a seu automatizado de dupla embreagem e seis marchas, o Powershift, como um automático. Algo que a Fiat também faz com os Dualogic, por exemplo. Para matar a dúvida, entramos em contato com a assessoria de imprensa da Europa, a mesmíssima que esteve envolvida com o lançamento da nova geração. E a resposta que tivemos é que o automático que equipará o novo hatchback é "tradicional". Em outras palavras, nada de dupla embreagem, mas sim o velho, mas robusto, conversor de torque.

Com isso, a Ford deve voltar atrás na estratégia de oferecer o Powershift também em seus demais modelos, como o Ford Focus. Não se sabe se o plano é mudar essa transmissão em todo o mundo ou apenas nos mercados em que o novo Fiesta for oferecido, mas a alteração na Europa é bastante significativa. Especialmente considerando o histórico que o Powershift infelizmente teve no mercado brasileiro.

Fotos: divulgação

Seja parte de algo grande