Estudo mostra que risco pode equivaler a dirigir embriagado

Apesar de ser um tema bastante discutido, dirigir com sono pode ser ainda mais grave do que você pensa. De acordo com uma pesquisa realizada pela AAA Foundation for Traffic Safety, uma fundação norte-americana para a segurança no trânsito, perder entre uma e duas horas diárias de sono, diante das sete horas recomendadas, praticamente dobra o risco de acidente.   

Os centros para controle e prevenção de doenças norte-americanos afirmam que 35 por cento dos motoristas norte-americanos dormem menos do que as sete horas diárias recomendadas. Dirigir com sono foi responsável por mais de um em cada cinco acidentes fatais nas estradas norte-americanas. 

"Você não pode perder horas de sono e ainda se sentir capaz de dirigir com segurança", disse Dr. David Yang, diretor-executivo da AAA Foundation. "Nossa nova pesquisa mostra que um motorista que dorme menos de cinco horas por noite tem risco de acidente comparável a alguém que dirige embriagado."

Outro estudo da fundação revela que os motoristas que perdem de 2 a 3 horas de sono em um período de 24 horas mais do que quadruplicaram o risco de acidente em relação aos condutores que cumprem as sete horas de sono recomendadas. Na prática, é o mesmo risco apurado pela NHTSA (National Highway Traffic Safety Administration) para quem ingere álcool acima do limite legal. 

A pesquisa foi realizada com 7.234 condutores envolvidos em 4.571 acidentes no total. Veja o resultado da estimativa de risco abaixo:

 

  • Seis a sete horas de sono: 1,3 vezes risco de acidente
  • Cinco a seis horas de sono: 1,9 vezes risco de acidente
  • Quatro a cinco horas de sono: 4,3 vezes risco de acidente
  • Menos de quatro horas de sono: 11,5 vezes risco de acidente

 

Fonte: AAA

Seja parte de algo grande