Unidade foi entregue a Claude Sage, membro da primeira equipe de desenvolvimento do primeiro NSX

Disponível para encomendas há vários meses nos EUA, o esportivo NSX enfim chega à Europa. A primeira unidade foi entregue a Claude Sage. Este senhor suíço, que liderou a equipe Honda que correu nas 24 Horas de Le Lans em 1994, é presidente honorário do Salão de Genebra, administrador delegado do circuito de Paul Ricard e ex-importador suíço da Honda. Assim como Ayrton Senna, ele atuou como um embaixador da marca, o que lhe rendeu um lugar na primeira equipe de desenvolvimento do primeiro NSX, na década de 1990. O veterano não podia ter recebido seu carro em lugar mais emblemático: Mônaco.

 

Honda NSX Europe

 

A nova geração do NSX chegou ao mercado no primeiro semestre e é vendida na América do Norte sob a marca Acura, uma divisão da Honda. O superesportivo conta com um motor V6 de 3,5 litros biturbo que trabalha com três motores elétricos. O conjunto híbrido entrega 581 cv e 65,8 kgfm de torque e está associado ao câmbio de dupla embreagem e nove velocidades. Com isso, ele acelera de 0 a 100 km/h em apenas 3 segundos e alcança velocidade máxima de 308 km/h. 

Medindo 4,47 m de comprimento, o NSX conta ainda com rodas dianteiras de aro 19" e traseiras de aro 20", pneus 245/35Z R19 e 295/30Z R20 e discos de freio carbocerâmicos mordidos por pinças de seis pistões na dianteira e de quatro na traseira.

Bastante exclusivo, com apenas 18 cópias destinadas este ano à França, o Honda NSX tem preço sugerido de 186.500 euros, algo em torno de R$ 666.800 em uma conversão direta. Em breve, o modelo chegará aos demais mercados europeus. 

 Fotos: divulgação

Seja parte de algo grande