Volvo XC60 é vice-líder pela segunda vez nos últimos três meses

As vendas de importados em novembro registraram uma pequena alta de 0,4% em relação a outubro. Mas calma lá: as 2.650 unidades emplacadas no mês passado só foram melhores em 2016 do que as 2.639 registradas no mês anterior.

De acordo com a ABEIFA, as 18 marcas filiadas à entidade registraram uma retração de 33,4% ao tomarmos por base o desempenho de novembro do ano passado (3.976). O acumulado do ano, de 32.516 unidades, já é 40,9% inferior ao dos onze primeiros meses de 2015 (55.057).

Com 490 unidades, o Kia Sportage foi, com sobras, o modelo mais vendido. Vice-líder em setembro, o Volvo XC60 (185) repetiu a dose no mês passado, com o pódio sendo completado pelo Kia Bongo (157), único veículo comercial entre os dez primeiros.

 

Volvo XC60 2016

 

Para José Luís Gandini, presidente da entidade, “as marcas de volumes mais significativas não puderam nacionalizar seus produtos porque já estouraram suas respectivas cotas anuais. E, hoje, vender fora da cota proporcional ou do limite de 4.800 unidades por ano é inviável. Significa ter prejuízos.”

Por conta das cotas, a previsão de Gandini para o mercado de importados em 2017 é ainda pior: somente 25 mil emplacamentos, o que significará reduzir em cerca de 10 mil carros o volume já baixo deste ano. Sobre o processo da OMC (Organização Mundial do Comércio) contra o Brasil por protecionismo, Gandini disse à nossa reportagem que o Brasil vai recorrer da decisão para ganhar tempo, ou seja, não deve dar em nada até o Inovar-Auto terminar, no fim de 2017.  

 

MODELOS (PRODUÇÃO IMPORTADA)

1. Kia Sportage 490

2. Volvo XC60 185

3. Kia Bongo 157

4. Lifan X60 141

5. Kia Picanto 132

6. Suzuki S-Cross 109

7. Land Rover Discovery Sport 104

8. JAC T5 96

9. Lifan LF530 80

10. Kia Sorento 75

 

MARCAS (PRODUÇÃO IMPORTADA)

1. Kia 960

2. Volvo 286

3. Lifan 255

4. BMW 253

5. Land Rover 248

 

MARCAS (PRODUÇÃO NACIONAL)

1. BMW 645

2. Land Rover 253

3. Suzuki 127

4. Chery 113

 

Fonte: Abeifa

Seja parte de algo grande