Volkswagen Tiguan, Hyundai Ioniq e Toyota Prius foram os escolhidos de 2016

Como acontece todo fim de ano, o Euro NCAP publica uma lista com os carros que tiveram melhor desempenho em segurança em suas respectivas categorias. Chamada de "Best in Class", a premiação mostra o resultado de cada carro em relação aos seus concorrentes.

Em 2016, foram avaliados pelo instituto europeu 18 carros e quatro veículos pesados. Ao final, o prêmio 'Best in Class' foi concedido a três modelos: Toyota Prius na categoria de 'carro grande familiar', ao Hyundai Ioniq na categoria "carro compacto familiar " e ao Volkswagen Tiguan como o melhor "pequeno off-road" de 2016. 

Para chegar ao prêmio, é feito um cálculo da soma ponderada das pontuações em cada uma das quatro áreas de avaliação: ocupantes adultos, ocupantes crianças, pedestres e assistentes de segurança. Esta soma serve de base para a comparação entre os veículos de uma mesma categoria - só valem os equipamentos de série, sendo as avaliações feitas sem considerar os opcionais.

 

Euro NCAP

 

Vale lembrar que, em 2016, o método de avaliação do Euro NCAP passou por mudanças importantes, como a inclusão de testes para os sistemas de frenagem automática e de detecção de pedestres, o que levou a uma popularização desta tecnologia, útil para salvar vidas.

Destaque, o Toyota Prius foi o primeiro carro a se submeter aos testes de sua tecnologia para proteção de pedestres. Seu pacote de segurança, oferecido como o item de série "Toyota Sense", teve um bom desempenho e conseguiu reconhecer e evitar ou mitigar potenciais acidentes com pedestres. 

Já o Mercedes-Benz Classe E teve um ótimo desempenho, mas era o único carro testado na categoria 'Carro Executivo' e, portanto, não pôde receber o 'Best in Class'. O sedã alemão se destacou pelo desempenho excepcional na proteção a crianças, bem como nos testes dinâmicos. O órgão elogiou e reconheceu que a marca alemã tem investido pesado na segurança de seus carros. 

 

Hyundai Ioniq

 

O secretário-geral do Euro NCAP, Michiel van Ratingen, disse que "algumas tecnologias são caras" e reconheceu que talvez não seja possível para os fabricantes incluí-las como itens de série em toda a gama e, ao mesmo tempo, manter as versões básicas a preços acessíveis, mas que elas vão, pouco a pouco, chegando aos consumidores. "Tivemos o prazer de ver uma ampla absorção de tais sistemas de detecção de pedestres em 2016, como padrão ou como uma opção", disse ele. 

Fonte: Euro NCAP

Seja parte de algo grande

Euro NCAP 2016