Escândalo de fraude em emissões afetou mais de 105 mil carros no país

A Volkswagen e o governo do Canadá anunciaram nesta semana uma proposta de acordo relacionada às consequências do Dieselgate no país. Com base no documento, a gigante alemã se propõe a pagar 2,1 bilhões de dólares canadenses (cerca de US$ 1,57 bilhão, ou R$ 5,26 bilhões) como forma de compensar os danos causados pelo esquema de manipulação de emissões. 

O dinheiro será usado para ressarcir consumidores e recomprar os mais de 105 mil veículos afetados no país. A lista inclui os modelos Jetta, Jetta Variant, Golf, Passat, Beetle e Audi A3, todos produzidos de 2009 a 2015 e equipados com motor 2.0 TDI.

"Nós estamos trabalhando forte para conseguir a confiança de nossos consumidores de volta", disse a presidente da Volkswagen no Canadá, Maria Stenstroem.

Leia também:

Fotos: divulgação

Seja parte de algo grande

Volkswagen Dieselgate