A Citroën aproveitou suas experiências do passado para fazer o novo carro, baseado na nova geração do compacto

Aos 45 minutos do segundo tempo, a Citroën apresenta seu carro que competirá no World Rally Championship em 2017. O C3 WRC apareceu em Abu Dhabi, mas fará a sua estréia no dia 19 de janeiro, em Monte Carlo. 

O C3 vem com uma pesada responsabilidade. A Citroën possui 8 títulos no campeonato, com modelos clássicos, como o ZX, Xsara, C4 e, mais recentemente, o DS3. Se a aparência é a mesma do C3 europeu, com lanternas 3D, faróis duplos com luzes diurnas em LED e até mesmo o "Airbump" na lateral, por baixo ele usa toda a experiência da francesa em competições, inclusive no WTCC, com o C-Elysée. 

Toda a sua estrutura foi projetada do zero, desde abril de 2015, para ser o melhor possível em diferentes tipos de pisos. Mecanicamente, o C3 usa o motor 1.6 THP com 385 cv e 40,7 kgfm de torque, com limitador imposto pelo regulamento do WRC, ligado ao câmbio sequencial de 6 marchas. A tração é integral, com distribuição eletrônica e possibilidade de cada eixo girar em velocidade diferente, ajudando no controle e contorno de curvas, a chamada vetorização de torque. Seu peso é de 1.350 kg com piloto e navegador, também regra do campeonato. 

2017 Citroen C3 WRC

Para as 13 etapas, a Citroën levará de 2 a 4 carros, pilotados pelas duplas Kris Meeke/Paul Nagle, Craig Breen/Scott Martin, Stéphane Lefebvre/Gabin Moreau and Sheikh Khalid Al Qassimi/Chris Patterson. Com o uso de até 3 motores por carro/temporada, o maior desafio foi a robustez do C3 WRC. 

Por dentro, o C3 foi projetado para unir boa distribuição de peso, ergonomia e segurança. Por fora, a aerodinâmica foi pensada para, além de menos arrasto, segurar o carro em altas velocidades e colaborar na refrigeração de freios, motor e intercooler. Um enorme extrator e aerofólio não poderiam faltar na traseira. 

Se a correria foi grande? O C3 WRC foi homologado pela FIA no dia 13 de dezembro!

Fotos: divulgação

Seja parte de algo grande