Órgão regulador local diz que empresa definiu preços mínimos para modelos das marcas Cadillac, Chevrolet e Buick

A China acaba de anunciar que multará a General Motors em 201 milhões de yuans (US$ 29 milhões) como pena por comportamento de monopólio no mercado local. De acordo com o órgão que regula a prática comercial no país, a gigante norte-americana, por meio da parceira SAIC, praticou preços mínimos em alguns modelos das marcas Cadillac, Chevrolet e Buick.

Em nota, a companhia afirmou que "respeita as leis e regras locais, seja qual for o lugar da operação" e que "dará total apoio à parceira no intuito de garantir que todas as ações apropriadas ao assunto sejam tomadas da melhor forma possível".

Coincidência ou não, a multa está sendo emitida logo após declarações polêmicas terem sido dadas pelo presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump. O magnata questionou diretamente a política cambial do país e nomeou como consultor comercial Peter Navarro, conhecido por ser linha dura em relação às práticas comerciais com o país asiático.

Leia também:

Fotos: divulgação

Seja parte de algo grande