Google divulga os modelos mais pesquisados de janeiro a novembro deste ano no Brasil com exclusividade para o Motor1

Lá fora, o Google já soltou quais foram os carros e fabricantes mais pesquisados ao longo de 2016. Por aqui, o resultado ainda não havia aparecido, mas a gente fez questão de perguntar ao gigante de buscas: e no Brasil? Com toda a boa vontade do mundo, ele nos respondeu quais foram os modelos mais procurados pelos brasileiros até novembro. E nos prometeu os dados de 2016, tanto de carros quanto de fabricantes, assim que eles saírem do forno.

Em um ano de vendas tão ruins, é interessante saber para onde os interesses dos brasileiros se voltaram. Mesmo que eles não tenham se refletido necessariamente em resultados mais expressivos, como é o caso do primeiro colocado, ainda atrás do Toyota Corolla.

 

Jeep Compass x Honda Civic

1. Honda Civic

A renovação do sedã o colocou de volta no radar dos clientes, mas seus preços, especialmente o da versão Touring, devem ter assustado a clientela. Essa é uma explicação possível para a nova geração do modelo ainda não ter desbancado seu rival e conterrâneo de projeto. Outra é que o estilo tenha afastado o comprador típico deste segmento, normalmente mais conservador.

Leia também:

 

Chevrolet Onix LTZ 2017 x Hyundai HB20 2017

2. Hyundai HB20

O compacto da Hyundai bem que tentou ficar à frente do Chevrolet Onix. Se dependesse das buscas, ele o bateria com folga, mas também é preciso colocar na conta uma rede de distribuição significativamente menor, assim como a capacidade de produção mais restrita.

Leia também:

 

Novo Gol Track

3. Volkswagen Gol

Surpreso? Nós também ficamos, mas não se engane: o Gol ainda tem um bocado de carisma. O que falta a ele é espaço interno, algo que sua nova geração deve resolver literalmente com folga. Como já dissemos, ela deve chegar em 2018, com uma série limitada do Gol GTI no meio do caminho. Quem menosprezar o poder deste antigo líder de mercado corre o sério risco de comer poeira...

Leia também:

 

Fiat Toro 2.4 Flex

4. Fiat Toro

A nova líder de vendas entre as picapes acertou em cheio em dois pontos: oferece mais espaço do que as picapinhas derivadas de carros e é muito mais prática de guiar e de estacionar do que as médias. Prova disso é o interesse que ela despertou no Google. Esse, sim, traduzido em bons números de vendas.

Leia também:

 

Chevrolet Onix LTZ 2017 x Hyundai HB20 2017

5. Chevrolet Onix

De novo líder em vendas, o hatchback compacto da Chevrolet deu uma mudada leve, tanto de estilo quanto de motores. Tudo para se manter na liderança, ainda que tenha sido apenas o 5º carro mais buscado no Google ao longo destes meses. Ele só deve sair de lá com a reação dos concorrentes, ou seja, se a Hyundai conseguir entregar mais HB20 em mais lugares, se a Volkswagen acertar a mão com o novo Gol e se a Fiat acertar a mão com o X6H (seria ele o novo Palio?). Mas tudo indica um outro ano tranquilo para o Onix. Pelo menos por enquanto.

Leia também:

 

Comparativo Cruze, Corolla, Focus e Sentra

6. Toyota Corolla

O líder entre os sedãs médios não tem controle de estabilidade ou de tração nem motores turbinados, como o Civic e o Cruze, mas é considerado sólido e livre de dores de cabeça, algo que o consumidor deste segmento busca como água no deserto. Ano que vem o Corolla sofre sua primeira reestilização e compensa as falhas atuais. Se com elas já nada de braçada, imagina melhorado? Ainda mais com tanto interesse dos clientes. Não tanto quanto o Civic despertou, mas ainda em um nível bastante expressivo.

Leia também:

 

Palio

7. Fiat Palio

O Palio não foi tão bem neste ano como em anos anteriores. A liderança de mercado está distante, mas ele é um nome forte. Se o X6H realmente for seu substituto, conservando o nome vencedor e o modelo atual como um novo "Fire", restará saber se ele terá bom preço e um espaço interno condizente com sua proposta. Se a Fiat for bem-sucedida na empreitada, o Palio poderá reviver o dias de glória. Interesse nele o consumidor ainda tem, como mostram as pesquisas no Google.

Leia também:

 

Saveiro Cross CE

8. Volkswagen Saveiro

A Strada seria uma aposta mais certeira para as buscas do que a Saveiro, mas a picape pequena da Volkswagen também mostra ter carisma, ainda que não seja tão boa de vendas quanto a concorrente. Tanto que ela deve ser mantida em linha com a chegada de sua irmã maior, um novo degrau entre a Saveiro e a Amarok.

Leia também:

 

Chevrolet S10 Advantage 2017

9. Chevrolet S10

Outra picape, mas essa média e com chassi, ao contrário da Toro e da Saveiro. Será contra ela que as novas Nissan Frontier e Renault Alaskan vão disputar espaço. Mas carinho e atenção do público parecem ser algo que só os anos de estrada conferem. Se o Corolla teve mais buscas que o Cruze, a S10 pode dar o troco na Hilux para empatar a disputa entre Toyota e Chevrolet.

Leia também:

 

Comparativo Cruze, Corolla, Focus e Sentra

10. Chevrolet Cruze

A segunda geração do sedã médio agradou público e crítica. O motor 1.4 turbo é moderno e entrega potência e consumo baixo. O desenho também teve boa aceitação. E a Chevrolet tem uma rede de distribuição muito maior do que a da Toyota e a da Honda. Por que ele não vende mais do que os concorrentes? É a pergunta que a GM deve se fazer todos os dias, mas suspeitamos que tenha a ver com preços e também com a fama do pós-venda, muito melhor entre as japonesas.

Leia também:

Notou que não tem nenhum SUV na lista dos 10 mais pesquisados? Nem Renegade, nem HR-V ou Compass.  Não nos pergunte por quê: também não sabemos, ainda mais depois do que nossa análise de mercado apontou. Mas fique à vontade para tentar entender com os demais leitores nos nossos comentários. Isso com certeza rende uma discussão interessante.

Entre os 10 mais pesquisados, só temos hatchbacks, sedãs e três picapes, algo digno de nota. Isso provavelmente mostra que a Renault e a Mercedes-Benz estão certas de apostar no segmento, assim como a Hyundai. Poderíamos interpretar as buscas como os setores que resistem (hatchbacks compactos e sedãs médios) e os que prometem florescer (picapes). Mas será mesmo isso? O que explica as buscas terem sido desta forma? Tirem o pó de suas bolas de cristal, chamem seus analistas de mercado e reflitam conosco sobre os números. A casa é de vocês.

Fotos: divulgação/Motor1

Seja parte de algo grande