Versão perua do novo cupê de quatro portas da Volkswagen seria desse jeito, segundo designer malaio

O VW Arteon deve aparecer apenas em março, no Salão de Genebra, mas já existe a expectativa de uma versão shooting brake to cupê de quatro portas. Como acontece nestes casos, o designer malaio Theophilus Chin aproveita a ansiedade da turma para mostrar como esses novos carros poderiam ser. E ele fez isso com mais esse rumor. Belo rumor, não é?

Leia também:

Construído sobre a plataforma MQB, assim como o Passat, o Arteon mantém algumas coisas do CC, que ele substituirá, e apresenta outras. As portas, por exemplo, continuarão a ter janelas sem molduras, como já acontece com o CC, mas a tampa do porta-malas deixará de ser simples para se tornar uma porta, elevando o vidro traseiro em sua abertura. A Volkswagen fala que o Arteon é um fastback, mas ele está mais para um super notchback, ou um "dois volumes e meio", como era comum falarmos desse tipo de carroceria. Essa configuração facilita o acesso ao porta-malas, que, nas palavras da Volkswagen, seria "enorme". Curiosamente, a shooting brake teria acesso mais restrito ao superporta-malas.

 

VW Arteon Shooting Brake - Theophilus Chin

 

Outra novidade do Arteon será uma nova identidade de marca, "muito expressiva e horizontalmente acentuada", segundo a Volkswagen. As barras da grade dianteira se estenderiam em direção aos faróis dianteiros, enquanto elementos de LED enfatizariam o estilo "arrebatador" e demostrariam "dominância".

O nome do carro vem da junção de Art (arte) e "eon", terminação que a Volkswagen começou a adotar na China, com o Phideon, seu modelo de luxo por lá, e que remeteria a sofisticação. Só torcemos para que a shooting brake do Arteon seja sofisticada no estilo e no acabamento, mas com preços agressivos. Pelo menos nos mercados do mundo em que ela for vendida. No Brasil, periga de ela nem ser oferecida... Se for, o preço também será sofisticado, com certeza.

Imagem: Theophilus Chin

Seja parte de algo grande