Se você viu um deles pelas ruas, é uma pessoa de sorte

Quando a Peugeot lançou a reestilização do 308 em 2015, muito se perguntou sobre o realmente novo 308, que já rodava na Europa com uma nova plataforma, a EMP2, e o interior com o mesmo projeto do 208, o i-Cockpit. Em conversas com fontes dentro da Peugeot na época, soubemos que cerca de 100 unidades estavam no Brasil para homologação e estudo de público e mercado. 

 

Peugeot 308 GT

 

Ele não mataria o 308 argentino no Brasil. Trazido na versão GT, seria uma opção esportiva e topo de linha - como o GTI na linha Golf - equipado com o motor 1.6 Turbo THP de 205 cv. Hoje, ele custa a partir de 31.350 euros, sem alguns opcionais com os quais ele provavelmente chegaria por aqui. 

Leia também:

Muito aconteceu de 2015 para cá. Primeiro, a desvalorização do real. Em uma conversão direta, o 308 chegaria, no mínimo, por R$ 106.200, sem contar impostos e outros valores que são colocados pela fabricante para cobrir gastos de vendas, homologação e pós-vendas, por exemplo. Em segundo, a âncora que foi jogada nas vendas dos hatchbacks médios no Brasil: o líder, o Ford Focus, vendeu de janeiro a novembro de 2016 apenas 6.372 unidades. O "nosso" 308, ficou na faixa das 2 mil no mesmo período. 

 

Flagra - Peugeot 308 GT (Europeu) no Brasil

 

Todos estes fatores levaram a Peugeot ao cancelamento do projeto do novo 308 no Brasil. Este das fotos, flagrado pelo leitor Alexandre Braga, é um dos 100 importados para a homologação. Segundo fontes da PSA, eles irão rodar nas mãos de diretores e gerentes por cerca de 1 ano até serem "escrapeados". Destruídos, em outras palavras

Nenhum chegará ao público nem mesmo após o período anual para não criar um "problema" na rede de pós-vendas, que precisaria estar abastecida com peças para um carro tão limitado. Se você pensar no que a PSA está fazendo para deixar de ter má fama com sua rede, essa é uma preocupação mais do que válida. 

Fotos: divulgação e Alexandre Braga

 

 

Seja parte de algo grande

Flagra - Peugeot 308 GT (Europeu) no Brasil