Após hatch e SUV rodando na Europa, o sedã dá as caras numa rodovia paulista

Fim do mistério: Este é o primeiro flagra do novo VW Voyage 2018, que será também o próximo Polo Sedan europeu. Isso porque, como já amplamente noticiado, a nova família Gol passará a ser global, desenvolvida juntamente com a linha Polo. Deste projeto nascerão quatro modelos: hatch, sedã, SUV e picape. E o três-volumes surge do Brasil para o mundo, primeiro aqui no Motor1.

Em primeiro lugar, o flagrante do Voyage numa rodovia paulista confirma o parentesco com o futuro Polo: para-choque, faróis, grade, capô, portas dianteiras, para-brisa... é tudo igual ao do hatch flagrado na Europa. Isso confirma o projeto conjunto Gol/Polo, usando uma versão simplificada da plataforma MQB do Golf, chamada de MQB-A0. Como podemos perceber pelas fotos do flagra, trata-se de uma base mais larga e com maior distância entre-eixos que a atual PQ-24 do Gol. Informações de fontes europeias dão conta de que o entre-eixos será de 2,56 metros, cerca de 10 cm a mais que o carro atual, para favorecer o espeço interno.

 

Flagra - Novo VW Voyage 2018

 

Com esse Voyage "grandão", a VW do Brasil enfim terá um modelo para competir na seara de Chevrolet Cobalt, Nissan Versa e Toyota Etios Sedan, possivelmente nem tirando o atual Voyage de linha - ele pode permanecer nas versões 1.0 mais baratas. O novo carro ocupará aqui o lugar do Santana chinês, que chegou a ser cogitado para nosso mercado algumas vezes, entre o Voyage atual e o Jetta.

Em relação ao Voyage que conhecemos, o novo tem porte bem mais imponente e a traseira elevada, que lembra mais o atual Polo Sedan do que o sedã do Gol. Ou seja, além do maior espaço interno, também espera-se que o novo três-volumes tenha porta-malas maior que o do Voyage, que leva 480 litros. As portas têm desenho arredondado e, embora a camuflagem seja espessa na coluna C, aparentemente não haverá janelinha-vigia, mantendo a coluna traseira grossa típica dos Volkswagen.

 

Flagra - Novo VW Voyage 2018

 

O conjunto mecânico deverá ficar a cargo dos motores EA-211 de 1.0 litro em versões aspirada (esta somente para o hatch) e turbo com injeção direta (sedã e SUV), com possível uso do 1.4 TSI em versões específicas - uma esportiva GTI do hatch e na picape, que precisa de maior torque. Câmbio deverá ser manual ou automático, sempre de seis marchas.         

Quando chega

A expectativa para o lançamento do novo Polo europeu é no Salão de Genebra, em março, fato que gerou boatos de que o novo Gol já seria mostrado na sequência por aqui, em abril. Consultadas por nossa reportagem, porém, diversas fontes ligadas à VW desmentiram esta data e trabalham com o cronograma explicado abertamente pelo presidente David Powels à imprensa em fevereiro de 2015, ou seja, de que o primeiro o modelo da nova família só chega ao Brasil em 2018. 

Como mostra o flagra, no entanto, o Voyage 2018 já está rodando em estradas abertas e com a camuflagem zebrada, o que indica fase final de desenvolvimento. Portanto, não será surpresa se a nova família Gol começar a aparecer ainda no final de 2017. 

Leia também:

SUV compacto e picape

Afora Gol e Voyage, a nova família de compactos da VW terá inéditos SUV e picape. O primeiro será baseado fortemente no conceito T-Cross Breeze mostrado no último Salão de São Paulo - claro que em versão fechada e com quatro portas, sem o devaneio da capota conversível do protótipo. Será a aposta da marca alemã, enfim, no segmento que mais cresce no Brasil e no mundo, liderado aqui pelo Honda HR-V.

Já a picape será inédita porque não se trata de uma nova Saveiro. Ela será maior que a atual picape do Gol, com quatro portas e porte semelhante à da Fiat Toro. 

 Fotos: Motor1

Seja parte de algo grande