Gran turismo de tração traseira e cheio de luxo quer coroar a evolução da marca coreana com muito estilo e desempenho capaz de rivalizar com o dos alemães

Conforme adiantamos uns dias atrás, a versão de produção do conceito Kia GT4 Stinger, mostrado no Salão de Detroit de 2014, seria chamado mesmo de Stinger. Mas a Kia, ciente não só de como a sigla GT ficou popular ao longo da espera, assim como do que o carro efetivamente é (um gran turismo), resolveu atender gregos e troianos e o chamou de Stinger GT. E lhe deu a bela aparência que você vê abaixo.

Leia também:

Com 4,80 m de comprimento, 1,87 m de largura e 2,90 m de entre-eixos, o novo Stinger GT é o mais novo modelo de tração traseira da Kia, mas também terá opção de tração nas quatro rodas (com vetorização de torque!). Antes dele houve também o K9. Ele foi desenvolvido pelo centro de design da Kia em Frankfurt e testado em Nürburgring Nordschleife, o que mostra não só suas pretensões, mas também nos permite chamá-lo de o mais alemão dos coreanos (até hoje).

 

2018 Kia Stinger GT

 

O Stinger ficou bem fiel ao conceito do qual derivou, ainda que não traga as características do conceito, como as portas suicidas. Chamam a atenção as duas saídas duplas de escapamento e as saídas de ar no capô. Por dentro, ele vem com bancos em Nappa.

 

2018 Kia Stinger GT

 

O modelo de entrada será equipado com um motor 2.0 turbinado que entrega 258 cv e 35,9 kgfm. Este vem com rodas de aro 18" e pneus 225/45 R18. O mais caro terá o mesmo motor V6 3.3 biturbo do Genesis G90, capaz de render 370 cv e 52 kgfm. Suas rodas de aro 19" são calçadas por pneus 225/40 R19 na dianteira, com freios Brembo de quatro pinças, e 255/35 R19 na traseira, com freios de duas pinças. A única opção de câmbio é um automático de 8 marchas. O modelo acelera de 0 a 100 km/h em 5,1 s e atinge a máxima de 269 km/h na versão mais quente.

Fotos: divulgação

 

Seja parte de algo grande