Crossover tem entre-eixos de 2,79 m, o que lhe permite ter mais uma fileira de bancos, algo que Volkswagen chama de 5+2

Depois de receber a nova plataforma MQB, o Tiguan não cabe mais em si. Tanto que terá agora a versão Allspace, revelada oficialmente no Salão de Detroit, com entre-eixos alongado em 11 cm. Com isso, o modelo chega aos 2,79 m de entre-eixos e pode receber uma terceira fileira de bancos, algo que a Volkswagen chama de 5+2, provavelmente para reforçar o caráter esportivo do novo crossover. Mas o que realmente interessa para nós é que ele deve ser vendido no Brasil e conviver com o Tiguan atual. Antes que a gente explique, compare o Allspace com o Tiguan comum, já de segunda geração, abaixo.

 

2018 Volkswagen Tiguan
2016 Volkswagen Tiguan

 

O nome Allspace não será usado nos EUA, apesar de o modelo ter sido apresentado por lá. Isso porque o Tiguan parrudo será o único a ser oferecido naquele país, assim como na América do Sul, segundo o release oficial da marca. Isso explica por que o Tiguan de primeira geração ganhou o motor 1.4 TSI por aqui com tão pouca distância da apresentação mundial da segunda. Tudo indica que ela só chegará por aqui como Allspace, pelo menos em um primeiro momento, com pouco risco de canibalizar o Tiguan atual. Quando a produção do atual for encerrada, aí sim devemos receber o modelo menor. Se é que esse papel não será feito pelo novo crossover do Gol... Na Europa, como ambos vão conviver, o nome Allspace servirá para diferenciá-los.

 

2018 VW Tiguan: Detroit 2017

 

Com 4,70 m, o Tiguan Allspace oferece 6 cm a mais de espaço para os joelhos dos passageiros da segunda fileira de bancos e 115 litros a mais de porta-malas. Se o modelo com entre-eixos normal tem 615 l de porta-malas, o Allspace chega aos 730 l (sem a terceira fileira de bancos), que podem ser expandidos para incríveis 1.770 l. Na Europa, os bancos traseiros adicionais serão vendidos como opcional. Daí a Volkswagen chamar o Allspace de 5+2. A princípio, ele é apenas um "Tiguanzão".

Leia também:

O Allspace será vendido em três versões na Europa (Trendline, Comfortline and Highline), com tração dianteira ou nas quatro rodas, e 3 motores diesel e 3 a gasolina. Os de ciclo Otto terão 150 cv, 180 cv e 220 cv, enquanto os TDI terão 150 cv, 190 cv e 240 cv. Nos modelos de 150 cv, o sistema 4MOTION Active Control é opcional. Nos demais, é item de série, assim como o câmbio DSG. Nos EUA, o Tiguan terá as versões S, SE, SEL e SEL Premium, com um motores só a gasolina de 186 cv. A transmissão é uma automática convencional. Essa provavelmente será a opção trazida para o Brasil, já que o modelo será fabricado no México.

 

2018 VW Tiguan: Detroit 2017

 

O Tiguan Allspace vem com Android Auto, Apple CarPlay como opcionais e todos os sistemas de segurança atuais, como Lane Assist (assistente de mudança de faixa), Front Assist (que evita batidas dianteiras e monitora a presença de pedestres), ACC e Traffic Jam Assist, que conduz o carro sozinho no para e anda das grandes cidades. Com presença confirmada no Salão de Buenos Aires, em junho, o "Tiguanzão" deve começar a ser vendido no Brasil ainda este ano.

Fotos: Steven Ewing/divulgação

 

Seja parte de algo grande

VW Tiguan Allspace 2018 - Salão de Detroit

Foto de: Steven Ewing