A matemática da Mercedes: AMG + eletricidade = um superesportivo

A Mercedes-Benz aproveitou o Salão de Detroit para falar da expansão de sua linha em várias direções, inclusive entre os modelos de alto desempenho. Em entrevista para a Car and Driver americana, Ola Källenius, chefe de pesquisa e desenvolvimento da Daimler, anunciou que modelos híbridos e elétricos serão eventualmente parte da família AMG. Também admitiu que modelos elétricos esportivos poderão ser vendidos sob uma nova submarca.

Com o anúncio da Daimler de gastar 10 bilhões de euros no desenvolvimento de carros elétricos, pode fazer sentido que parte deste investimento seja em esportivos. Quando perguntado sobre a compatibilidade da AMG com os elétricos, Källenius declarou: "Não acho que eles são opostos extremos." Ele foi mais ainda específico: "A eletrificação encontrará seu caminho na AMG e, para mim, não é impossível você ter uma versão elétrica da AMG ou uma variante melhorada pela submarca". 

Mercedes SLS AMG Electric Drive
Mercedes SLS AMG Electric Drive

O chefe de desenvolvimento colocou o SLS AMG Electric Drive como um sinal do que está vindo e de "como sabemos fazer um AMG elétrico pirar as suas cabeças", adicionando que cedo ou tarde a AMG estará em modelos elétricos, total ou parcialmente.

O primeiro será o maravilhoso Project One, um hipercarro com motor 1.6 V6 turbo da Mercedes F1 com assistência elétrica. O conjunto híbrido já foi confirmado com mais de 1.000 cv e sabemos que a máquina exclusiva terá tração integral. Espera-se que o Project One, que dizem ser limitado a 300 unidades, chegará na segunda metade de 2017 e custará algo em torno de US$ 2,5 bilhões.

Fonte: Car&Driver

Seja parte de algo grande

Mercedes SLS AMG Electric Drive