Modelo chega para substituir o Cruze atual, mas adota novos nome e grade frontal

Desenvolvido na Alemanha, desenhado nos Estados Unidos, produzido na Coreia do Sul, lançado localmente como o nome de Astra Sedan e vendido com o logotipo da Holden. É com este confuso currículo que a nova geração do Chevrolet Cruze desembarca oficialmente no mercado australiano. 

Vendido ao lado do Astra hachtback (este sim o Opel legítimo, mas igualmente com emblemas trocados), o modelo é equipado com o mesmo conjunto mecânico do Cruze vendido no Brasil: motor 1.4 turbo e câmbio automático de 6 marchas - o manual é restrito às versões de entrada.

Preços e versões não foram divulgados, mas a Holden adianta que o sedã é o 13º lançamento de um pacote de 24 novidades que serão lançadas por lá até 2020. Como no Brasil, eles terão a nova geração do Equinox no lugar da Captiva (versão asiática, diferente da nossa).

Leia também:

Fotos: divulgação 

 

Seja parte de algo grande

Holden Astra Sedan