Peugeot e França terminam Dakar 2017 com os três primeiros colocados

Stephane Peterhansel é o piloto mais bem sucedido da história do Dakar. Neste sábado ele conquistou seu 13º título, sendo sete vitórias nos carros e seis nas motos.

O impulso final para seu novo triunfo foi na etapa de Chilecito a San Juan, na quinta-feira, quando conseguiu vantagem de seis minutos sobre Sebastien Loeb, mesmo após de ter perdido tempo depois do incidente com Simon Marcic, que competia nas motos.

Loeb também confirmou o vice, após também vencer o estágio final deste sábado com uma diferença de apenas 19 segundos para Peterhansel. A margem final foi de 5min13s.

Enquanto a Peugeot teve apenas Peterhansel no pódio em 2016, a fabricante francesa fechou os três primeiros desta vez, com Cyril Despres a 33 minutos do campeão.

Nani Roma foi o melhor entre os que não competiam pela fabricante francesa, na quarta posição, e com Toyota, mais de uma hora mais lento que Peterhansel, enquanto Giniel de Villiers superou Orlando Terranova pela quinta colocação.

Resultado final

Pos.Piloto/NavegadorCarroTempo
1

 Stephane Peterhansel

 Jean-Paul Cottret

Peugeot 28h49m30s
2

 Sebastien Loeb

 Daniel Elena

Peugeot +5m13s 
3

 Cyril Despres

 David Castera

Peugeot +33m28s
4

 Nani Roma

 Alex Haro

Toyota +1h16m43s
5

 Giniel de Villiers

 Dirk von Zitzewitz

Toyota +1h49m48s
6

 Orlando Terranova

 Andreas Schulz

Mini +1h52m31s
7

 Kuba Przygonski

 Tom Colsoul

Mini +4h14m47s
8

 Romain Dumas

 Alain Guehennec

Peugeot +4h21m01s
9

 Conrad Rautenbach

 Robert Howie

Toyota +4h40m13s
10

 Mohammed Abu-Issa

 Xavier Panseri

Mini +4h53m30s

Seja parte de algo grande

Final Rally Dakar 2017