Aproximadamente US$ 3,1 bilhões serão aplicados no país ao longo dos próximos 5 anos

A Hyundai confirma nesta semana que aumentará em 50% os investimentos planejados para os Estados Unidos nos próximos anos. De acordo com a marca, cerca de US$ 3,1 bilhões (quase R$ 10 bilhões) já estão reservados para aplicação exclusiva nas operações norte-americanas até o ano de 2022.

O dinheiro deverá custear melhorias na fábrica que a marca mantém no estado do Alabama, além de financiar aprofundamentos nas pesquisas de carros autônomos, inteligência artificial e outras tecnologias. Além disso, há planos para construção de uma nova unidade fabril, embora poucos detalhes tenham sido revelados.

 

Mais potente da gama, Elantra Sport de 204 cv chega aos EUA por US$ 22.485

A marca não admite, mas o investimento vem sendo interpretado pelo mercado como uma consequência do "efeito Trump". O presidente eleito é fiel crítico de montadoras que importam carros de países vizinhos (especialmente do México) e a Hyundai é hoje uma das fabricantes que têm a menor proporção de carros feitos nos EUA.

Chefão da empresa, Chung Jin-haeng declarou: "Temos que nos comprometer com o mercado americano - um mercado de importância estratégica que pode fazer ou derrubar nosso sucesso global".

Leia também:

Fotos: divulgação

 

Seja parte de algo grande