Com poucas adaptações, o "Pandakar" consegue encerrar a famosa competição

Este ano, o centro das atenções no Rally Dakar ficou com a equipe Peugeot, que teve o 3008 DKR monopolizando os primeiros lugares, incluindo a vitória de Peterhansel. Mas esta edição da competição também contou a participação de um carrinho não tão badalado, mas bastante simpático: o PanDakar, que foi conduzido por Giulio Verzeletti e Antonio Cabini.

 

Panda Paris Dakar

Como você pode ver, há um modesto Panda Cross 4x4, derivado e bem próximo a um modelo de série, de acordo com a marca. No entanto, não vá pensar que você pode comprar este carro em sua concessionária Fiat (na Europa, pelo menos). Na verdade, o PanDakar recebeu um pacote de modificações técnicas necessárias para participar da prova. Ele também possui um motor diesel Multijet de 180 cv de potência.

Tocado pela equipe Orobica Raid, o urbaninho pode se orgulhar de ter terminado o Dakar, o que já é uma conquista em si. Em termos de classificação, sabemos que o italianinho encerrou a prova em 51 º lugar (de 53 veículos que cruzaram a linha de chegada).

Leia também:

Fonte: Motor1.com França

Fotos: divulgação

Seja parte de algo grande