Compra da categoria por grupo norte-americano foi aprovada por unanimidade em reunião do Conselho Mundial em Genebra

Um dia após os acionistas do Liberty Media aprovarem a compra da Fórmula 1 por parte do grupo, a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) se reuniu nesta quarta-feira (18) para a uma sessão do Conselho Mundial e aprovou por unanimidade a transação.

No Conselho, representantes do Liberty fizeram uma apresentação dos planos para a F1 e responderam questionamentos dos membros sobre possíveis desdobramentos da compra da categoria.

Após a reunião, a FIA liberou um comunicado, que dizia: "O Liberty, o Formula One Group e a FIA pretendem trabalhar em conjunto para criar um relacionamento que garanta a continuidade do sucesso da F1 a longo prazo. 

A decisão do Conselho Mundial confirma a crença da FIA de que o Liberty, uma organização de mídia de renome e experiência em esporte e entretenimento, está claramente bem posicionada para garantir que nossa principal categoria siga crescendo.

A FIA detém um por cento das ações na Delta Topco. Como parte da venda do CVC para o Liberty Media, e de acordo com os acordos entre a FIA e o Formula One Group, a FIA se submete às condições da transação nas mesmas condições do CVC e de todos os demais acionistas.

A FIA está ansiosa para trabalhar com os novos donos do Formula One Group em trabalhos futuros para desenvolver o espetáculo que é o Mundial de Fórmula 1 em benefício de todos os acionistas."

Agora que possui o aval da FIA, o Libery Media espera completar a compra da F1 até o final deste mês.

Seja parte de algo grande