Inspirados pelo conceito Nissan IDS, os caras do OmniAuto resolveram imaginar como seria a segunda geração do Nissan Leaf. Será que acertaram?

Com a chegada do Chevrolet Bolt e a promessa do Tesla Model 3, a Nissan precisa renovar o Leaf com a máxima urgência. Por sua autonomia limitada, ele tem sido comparado a um carro de golf, uma maldade que tem sua razão de ser. Mas a segunda geração do modelo promete endereçar não só a questão da ansiedade de autonomia como também o estilo. Dizem que a inspiração virá do conceito IDS, de 2015. Foi pensando nisso que os nossos parceiros do OmniAuto criaram a projeção desta reportagem. Compare os dois abaixo. 

 

Next-gen Nissan Leaf render
2015 Nissan IDS concept

 

Enquanto o modelo atual usa uma bateria de 30 kWh, o novo terá o dobro de capacidade, com 60 kWh, capaz de aumentar a autonomia para cerca de 350 km, ainda que a Nissan tenha a meta de chegar a mais de 500 km de capacidade com esse pacote de baterias, o que dependeria de outros fatores (massa, eficiência energética etc.). A plataforma no novo Leaf ainda não é conhecida, mas apostamos no uso da CMF-CD, a mesma do Renault Mégane, mas já preparada para lidar com a eletrificação.

O novo Leaf é esperado para 2018. Antes disso, certamente veremos os protótipos do novo elétrico rodando pela Europa e pelos EUA.

Leia também:

Fotos: OmniAuto/divulgação

 

 

Seja parte de algo grande