Equipe presenteou brasileiro com chassi utilizado no GP do Brasil como forma de homenageá-lo. Após confirmação de retorno, ele promete não devolver o agrado

A Williams deu de presente a Felipe Massa o chassi utilizado no GP do Brasil, o que até então era o último de sua carreira. Mas isso foi antes da sequência de acontecimentos que levaram o brasileiro a renovar o contrato para uma provável temporada final em 2017, após ver Valtteri Bottas se transferindo para a Mercedes.

Apesar disso, Massa não abriu mão do presente. "É meu, é meu", disse Massa quando perguntado sobre o carro de Interlagos. "Eu vi o carro na fábrica há dois dias, tem o meu nome nele. O que aconteceu nas duas últimas corridas - especialmente no Brasil - foi incrível. Foram muitas emoções. E então, tudo mudou e meu coração estava me dizendo para continuar. Eu segui meu coração. Foi uma surpresa quando Claire [Williams] me ligou para perguntar se eu adiaria minha aposentadoria, mas definitivamente eu estou pronto e motivado. Eu não estava me aposentando das corridas, estava planejando uma categoria diferente, mas então tudo mudou e eu ainda não me sinto tão velho. Estou pronto para voltar."

Outra mudança de planos

Massa disse que planejava "aproveitar" a Race of Champions neste fim de semana, visitando muitos restaurantes de Miami, mas agora teve que rever seus planos e retornar a uma dieta e a um condicionamento físico condizente.

"Estou de volta, treinando todos os dias em Miami", acrescentou. Além disso, ele afirmou que estava ansioso para o novo desafio do novo conjunto de regras. "Tudo mudou com as regras, então será um carro completamente novo. A maneira de guiar, nós apenas temos que aprender nestes oito dias do testes. Estou pronto para ajudar e passar toda a minha experiência e ser o mais competitivo possível."

Ele também enviou seus melhores votos para o ex-companheiro de equipe, Valtteri Bottas, que vai substituir Nico Rosberg na Mercedes. "Eu realmente desejo o melhor para Valtteri, agora ele tem a oportunidade de ir para Mercedes", disse Massa. "É a equipe que venceu os últimos três campeonatos e tenho certeza que eles vão voltar a ser competitivos. Foi uma grande surpresa quando Nico decidiu parar e só estou de volta à F1 por causa disso."

Seja parte de algo grande