Jeep foi a marca que mais se destacou, com 1,42 milhão de unidades vendidas

A FCA divulga o balanço financeiro de 2016 com motivos de sobra para comemorar. Segundo adiantado pela companhia, o lucro líquido subiu 47% na comparação com o ano anterior, chegando a € 2,5 bilhões (levando em conta o lucro líquido ajustado, contabilizado antes de juros e impostos). Em 2015, por exemplo, a cifra alcançada foi de € 1,7 bilhão.

Ao todo, o faturamento da empresa chegou a € 111 bilhões - aumento de 0,4% sobre 2015. A dívida industrial líquida, porém, aumentou em € 500 milhões, totalizando € 4,6 bilhões. Em termos de vendas, o total chegou a 4,7 milhões de unidades em todo o mundo, com alta de 2%. O destaque foi para a Jeep, que emplacou 1,42 milhão de SUVs e cresceu 9%.

 

Fiat Toro 2.4 Flex

 

Na América Latina, os € 87 milhões de prejuízo registrados em 2015 foram revertidos em € 5 milhões de lucro líquido ajustado. O resultado foi atribuído à chegada de novos produtos ao portfólio, especialmente a picape Fiat Toro e a nova geração do Jeep Compass. Ainda assim, as vendas no geral caíram 18%, principalmente de modelos da Fiat.

Na América do Norte, a receita líquida caiu 1%, para € 69 bilhões, ao passo em que as vendas recuaram 5% (2,58 milhões de unidades, contra as 2,78 milhões de 2015). Resultado amargo também foi contabilizado na região da Ásia-Pacífico, com significativa queda de 40% nas vendas (91 mil unidades contra as 149 mil de um ano antes). O faturamento foi de € 3,6 bilhões, ante € 4,8 bilhões.

 

2017 Alfa Romeo Giulia: First Drive

 

Por outro lado, na Europa, Oriente Médio e África as vendas cresceram 14%, com destaque para a família Fiat Tipo, o Alfa Giulia e o Jeep Renegade. A receita líquida neste caso foi de € 21,8 bilhões, alta de 7%.

Leia também:

Fotos: divulgação/Motor1.com

Seja parte de algo grande