Assim são as versões de rua dos carros do WRC 2017

Já vimos bastante na primeira prova do Campeonato Mundial de Rally, o WRC, durante a prova de Monte Carlo. Estamos falando de representantes das quatro marcas que lutarão pelos títulos de pilotos e construtores: Citroën, Ford, Hyundai e Toyota. Mais que isso, por coincidência, todas estão com novos carros. C3, Fiesta, i20 Coupé e Yaris são as máquinas que Sébastien Ogier, Kris Meeke, Dani Sordo e Jari-Matti Latvala irão em busca de cada vitória. Mas você conhece a origem de cada um deles? Assim são os carros do WRC 2017 em suas formas civis para uso diário. 

 

Citroën C3

Recém-chegado às lojas na Europa, o novo Citroën C3 é um carro de 3,99 m de comprimento marcado por um símbolo estético, os Airbumps. Estas curiosas e práticas proteções das portas são um dos principais protagonistas do modelo. Mas há mais do que isso no desenho exterior. 

Leia também:

A diferença do bólido pilotado por Kris Meeke, Stéphane Lefevbre e Craig Breen é que a versão de rua oferece cinco motores, sendo três a gasolina e dois diesel. Entre os primeiros, são todos 3-cilindros 1.2, chamados de PureTech 68, PureTech 82 e PureTech 110 Turbo, com 68 cv, 82 cv e 110 cv, respectivamente. Entre os turbodiesel, pode-se escolher entre o BlueHDi 75, com 75 cv, e o BlueHDi 100, com 100 cv. A opção diesel menos potente é a que declara um menor consumo, com média de 28,6 km/l, mas o porta-malas é o mesmo em todas as versões, com 300 litros. É vendido em três versões, Live, Feel e Shine, com preços que variam dos 12.650 euros e 19.650 euros na Espanha. 

 

Citroën C3 WRC 2017
Citroën C3 2017

Ford Fiesta 2017 

Sem dúvidas, o grande protagonista do campeonato até o momento é o modelo americano desenvolvido pela equipe M-Sport e pilotado por Sébastien Ogier, Ott Tänak e Elfyn Evans. No caso do modelo de rua, a Europa terá de esperar até o mês de junho para vê-lo pelas ruas. Ele desembarcará nas concessionárias em uma ampla gama. 

Estamos esperando para conhecer o esportivo ST (será que existirá um Fiesta RS?), e já sabemos que serão duas carrocerias, com três e cinco portas, comprimento de 4,04 m e três versões: ST-Line, Active (versão aventureira) e Vignale. A oferta mecânica também é ampla, com sete opções. De todas, cinco são a gasolina e começam pelo aspirado 1.1 Ti-VCT, com duas potências: 70 cv e 85 cv. Continuando, aparecem três tricilíndricos turbo, sobre a base do 1.0 EcoBoost, com 100 cv, 125 cv e 140 cv. Os representantes turbodiesel usam a base do 1.5 TDCi, em versões de 85 cv e 120 cv. Ainda falta divulgarem os preços oficiais, mas sabemos que o de 100 cv estará associado a uma transmissão automática de 6 marchas.

 

Ford Fiesta WRC 2017
Ford Fiesta ST-Line 2017

Hyundai i20 Coupe

Ao falar da Hyundai, conhecemos a marca que dá suporte ao unico piloto espanhol da categoria, Dani Sordo, que divide a equipe com Thierry Neuville e Haiden Paddon. O modelo de produção que serve como base para o programa de competição é o Hyundai i20 Coupé, uma das três variantes que compõem a gama do coreano. 

Neste caso, se trata de um carro com 4,04 m de comprimento, com linha fluidas que prejudicam o espaço interno. Afinal, a queda da traseira mata um pouco do espaço no banco traseiro. Um leve defeito que é compensado com um porta-malas de 336 litros. No aspecto mecânico, oferece menos alternativas que os rivais, com três opções, sendo duas a gasolina e uma turbodiesel. Começando pelo representante diesel, é o conhecido 1.4 CRDi, um 4-cilindros com 90 cv e consumo médio de 24,3 km/l. Do outro lado, quem prefere gasolina pode usar o propulsor aspirado 1.2, de 85 cv, ou o turbo 1.0 TGDi, de 120 cv. Disponível a partir de 17.165 euros na Espanha, são três versões diferentes: Klass, Tecno e Style. 

 

Hyundai i20 Coupe WRC 2017
Hyundai i20 Coupe 2017

Toyota Yaris

A empresa japonesa foi a última a se inscrever no Mundial. Em seu retorno, com Jari-Matti Latvala e Juho Hänninen, apostaram no pequeno Yaris. Mas o que o Toyota Yaris oferece ao consumidor que for a um concessionário? Poderíamos dizer que é um modelo compacto com três ou cinco portas, e uma habitabilidade bem resolvida, completada por um porta-malas de 286 litros.

Há outro ponto importante: a aposta na propulsão híbrida. O Yaris Hybrid, com 100 cv e um consumo médio que varia entre 30,3 e 27,7 km/l, atrai um grande número de condutores. Quem quiser algo mais tradicional e optar por um motor a combustão pode apostar na mecânica a gasolina com 70 cv e 100 cv. Enquanto a versão de entrada usa um motor de 3 cilindros 1.0, a mais potente usa o 4-cilindros 1.4, que pode vir associado a uma transmissão automática CVT Multidrive. Com preço inicial de 14.400 euros, O Yaris está disponível em quatro versões, que variam conforme o motor escolhido: City, Active, Feel! e Advance. 

 

Toyota Yaris WRC 2017
Toyota Yaris 2017

 

Fotos: divulgação

Seja parte de algo grande

Los coches del WRC 2017 (versiones de calle)

Foto de: Javier Llorente