Programa inclui recursos para recuperar e reparar veículos com este motor que também tinham envolvimento com o Dieselgate

Em comunicado divulgado nesta quarta-feira (1), o grupo Volkswagen e a Bosch anunciaram um acordo de US$ 1,6 bilhão para reparar (US$ 1,3 bi da Volkswagen e US$ 300 mi da Bosch), recomprar e compensar os proprietários dos veículos das marcas VW, Audi e Porsche com motores V6 3.0 TDI. Trata-se do último obstáculo para a marca superar o Dieselgate.  

Finalizado e submetido ao tribunal nesta semana, o acordo deve ser aprovado por um juiz nos próximos dias. Os termos do acordo são que os proprietários de veículos com o motor 3.0 que optarem por repará-lo receberão uma compensação financeira de US$ 7.000 a US$ 16.000 se as correções de emissões forem aprovadas - e a montadora pagará outros US$ 500 se a correção afetar o desempenho do veículo. Quem optar pela recompra receberá US$ 7.500 além do valor do veículo.

Touareg

O CEO da Volkswagen Group of America, Hinrich Woebcken, disse que o acordo significa que todos os proprietários de automóveis com motores diesel fraudados "terão uma solução à sua disposição e continuaremos a trabalhar para recuperar a confiança de todas as pessoas ligadas à empresa".

O acordo do Grupo Volkswagen atinge 78.000 veículos VW Touareg, Porsche Cayenne e Audi Q7, A6, A7 e A8 com motores 3.0 V6 ano modelo 2009 a 2016. A parte da Bosch abrange os motores 3.0 litros e 2.0 litros.

Veículos da 1ª geração

Modelo   Anos do modelo
Volkswagen Touareg   2009-2012
Audi Q7   2009-2012

Veículos da 2ª geração

Modelo   Anos do modelo
Volkswagen Touareg   2013-2016
Audi Q7   2013-2015
Audi A6, A7, A8, A8L, Q5   2014-2016
Porsche Cayenne Diesel   2013-2016

Impedida de vender modelos a diesel nos Estados Unidos desde o final de 2015, a fabricante concordou em recomprar os veículos Volkswagen e Audi com motores 3.0, mas acredita que será capaz de reparar os modelos de 2013 a 2016 das três marcas: Volkswagen, Audi e Porsche.

Audi Q7 2014

Leia também:

Bosch

Maior fabricante mundial de peças para automóveis, a Bosch forneceu o software de controle de emissões para os motores diesel do grupo VW. A marca concordou em pagar US$ 327,5 milhões para compensar os proprietários de veículos poluentes dos EUA com motores diesel de 3 litros e 2 litros.

Na época do escândalo, os proprietários processaram a Bosch alegando que a empresa ajudou a criar o "software enganador" que permitia à Volkswagen burlar as regras de emissões. Eles disseram que a marca era um "participante consciente e ativo" no esquema fraudento. 

Porsche Cayenne 2011

Vale lembrar que a Bosch também forneceu tecnologia para os veículos da FCA, que é alvo de uma investigação nos Estados Unidos.

Fotos:divulgação

 

Seja parte de algo grande