Marca francesa divulgou uma galeria de fotos da fábrica do modelo

Com as primeiras entregas previstas para o primeiro quadrimestre deste ano, o novo Bugatti Chiron segue com a produção a todo vapor. Nesta semana, a marca francesa divulgou uma galeria de fotos e mais informações sobre o processo de montagem do carro mais veloz do mundo.

Leia também:

Localizada na sede da empresa, a linha de produção fica no chamado "Atelier", um espaço de 1.000 m² onde atualmente estão sendo montadas 12 unidades do hipercarro. Até o fim do ano, serão produzidos 70 carros, com tempo médio entre pedido e entrega pouco superior a seis meses. 

 

Bugatti Chiron na fábrica

No Atelier trabalham 20 funcionários, que montam o Chiron manualmente com mais de 1.800 peças individuais. Destaque para o dinamômetro mais potente do mundo, feito para lidar com o motor de mais de 1.500 cv. Além disso, o modelo é submetido aos mais rigorosos testes e controles de qualidade antes de ser entregue ao cliente.

Superlativo em todos os sentidos, o Chiron oferece nada menos que 23 opções de cores para o teto e oito variações de tons para o carbono na parte externa. Na cabine, os cliente ainda podem optar pelo revestimento em couro com 31 opções de cores, ou ainda, oito opções de tons para o Alcantara, 30 para as costuras, 18 para o carpete e 11 para os cintos de segurança.

Bugatti Chiron na fábrica

Detalhe: esta é a gama básica, ou seja, ainda existem diversas outras possibilidades de combinação. O modelo oferece ainda logotipos, bordados e apliques diversos, tudo personalizado ao gosto do cliente. A marca promete fazer tudo pelo cliente, desde que seja tecnicamente viável e atenda aos requisitos de qualidade da Bugatti.

O motor central W16 de 8.0 litros gera 1.521 cv de potência e torque de 163 kgfm entregues entre 2.000 a 6.000 rpm. Tudo isso é despejado nas quatro rodas. É nada menos que o mais poderoso carro de rua de produção que o mundo já viu.

Fotos: divulgação

Seja parte de algo grande