Novo visual, motor e equipamentos de segurança são os destaques do Toyota de entrada na Europa

Antes da chegada do Etios, a Toyota estudou a fabricação do Yaris no Brasil. Modelo de entrada da marca em mercados como a Europa, ele aparece em forma reestilizada, com novo visual, motor e equipamentos, principalmente de segurança. 

No total, são 900 novas peças e 90 milhões de euros investidos pela Toyota para a renovação de seu carro de entrada. Por fora, o desafio foi deixar o Yaris com aparência de maior e mais refinado. No interior, acabamento melhorado e painel com tela central de TFT, colorida para as versões mais caras. Nos faróis, LEDs diurnos e as lanternas, na traseira, invadem a tampa. 

Leia também:

2017 Toyota Yaris facelift

 

Fabricado na França (sim, um carro japonês feito na França), o Yaris deixa de usar o antigo motor 1.3 para ser movido por um novo 1.5 com duplo comando variável, mais potente (111 cv), econômico e mais confortável, com menos vibrações e funcionamento mais suave. Já falamos sobre ele, uma evolução do propulsor que equipa o nosso Etios e que é fabricado em Porto Feliz (SP). Suspensão e direção, elétrica, foram recalibrados.

Entre os equipamentos de série, o Yaris traz assistente de frenagem automática, farol alto automático, alerta de mudança de faixa e leitor de sinalização de trânsito. Sim, são itens de série. 

Em Genebra, será apresentada uma versão apimentada, com cerca de 210 cv, para colocar o Yaris na lista de foguetes de bolso à venda no Velho Continente. Sorte dos europeus...

Fotos: divulgação

Seja parte de algo grande