Equipado com o motor 2.0 16V, compacto foi usado no GP Argentina em 1996

Para quem gosta de raridade, eis que surge uma boa oportunidade, mas na Argentina... Trata-se do Renault Clio Williams, modelo usado na Fórmula 1 como Safety Car durante o Grande Prêmio da Argentina de 1996.

 

Renault Clio Williams

 

Único exemplar deste modelo homologado pela FIA para esta modalidade, o pequeno Clio teve seu momento de fama ao acelerar na frente de Damon Hill, da Ferrari de Michael Schumacher e da Benetton de Jean Alesi, entre outros pilotos.

Leia também:

Renault Clio Williams

 

Equipado com o motor 2.0 16V de 150 cv e 17,8 kgfm de torque associado ao câmbio manual de 5 marchas, o Clio Williams acelera de 0 a 100 km/h em 7,8 segundos e alcança velocidade máxima de 215 km/h. É uma receita semelhante à aplicada no nosso Sandero RS: motor 2.0 litros aspirado, câmbio de relações curtas e baixo peso.  

Ao todo, foram produzidos 3.800 modelos desta série entre 1993 e 1996. A unidade exclusiva Safety Car tem 46.000 km rodados e está à venda em uma loja de Puerto Madero, em Buenos Aires, por US$ 50 mil.   

 

 

Fonte: Autoblog Argentina

 

Seja parte de algo grande