Praticamente um up! com algumas peças diferentes, Skoda Citigo aparece com reestilização e equipamentos que o nosso não possui

Pegue a forma do up!, troque algumas peças e seja apresentado ao Skoda Citigo. Da mesma receita também surge o Seat Mii, mas o foco agora está no Citigo, que apareceu reestilizado e com uma lista de novos equipamentos que esperamos que o nosso up! também ganhe. 

Sua apresentação oficial ocorrerá durante o Salão de Genebra, mas as imagens já revelam as mudanças nos faróis, agora com luzes diurnas em LED, para-choques, que deixaram o pequeno 3,4 cm mais longo, novo capô e novo faróis de neblina com a função "cornering light", que acende do lado para o qual o volante aponta na curva para ajudar o motorista a ver melhor. Rodas de aro 15" foram também redesenhadas.

 

2017 Skoda Citigo facelift

 

O que mais nos interessa está no interior. O visual não mudou tanto, mas agora há ar-condicionado digital e um som que conversa com o smartphone. O telemóvel pode ir preso em um suporte no painel, como já conhecemos no Gol. O Citigo ainda nos deixa com inveja ao trazer a opção de teto-solar e sistema de frenagem automático em emergência. 

O "Skodinha" usa o motor 1.0 MPI, de 3 cilindros, com 60 e 75 cv, e outro 1.0 com 4 cilindros e 68 cv que roda com GNV. Os tricilíndricos podem ser acoplados a uma caixa automática (não automatizada, automática mesmo) de 5 marchas e já trazem o stop/start, como já vimos no Brasil no Uno 1.3 e nos Sandero/Logan 1.6, apenas citando os nacionais mais acessíveis. 

Vale lembrar que o nosso VW up! é modificado em relação ao europeu. Ele é 65 mm maior, para ganhar porta-malas, tem suspensão recalibrada e tanque de combustível de maior dimensão.

Fotos: divulgação

Seja parte de algo grande

Skoda Citigo 2017