Modelos da Mercedes responderam por 1/3 das vendas

MÉDIOS

O Mercedes Classe C chegou ao sexto mês consecutivo na liderança entre os médios Premium. Mas desta vez foi bastante “suado”, já que a diferença em relação ao recém-atualizado Audi A3 Sedan, terceiro em dezembro, foi de apenas três unidades (233 x 230).

Em baixa de quase 25% em relação ao mesmo período de 2016, o BMW Série 3 (200) foi o terceiro, mas viu sua desvantagem em relação ao Classe C cair de quase 140 unidades para apenas 33 unidades em apenas um mês.

Mercedes Classe C C250

O Audi A4, que no mês anterior havia registrado o seu melhor desempenho desde junho de 2015 (171), perdeu praticamente 53% de seus compradores, mas manteve-se em quarto lugar, vendendo mais do que a soma do Jaguar XE (30) e do Mercedes CLA (29), modelos mais próximos do alemão.

Atrás do Volvo S60 (13) e à espera da chegada da nova geração ao mercado brasileiro, o Audi A5 só emplacou uma unidade no mês passado e foi o lanterna. O Lexus IS250 chegou ao terceiro mês seguido sem uma única unidade comercializada. 

Sedãs Médios Premium

POS.

MODELO

JAN/17

DEZ/16

JAN/16

% JAN 17

% DEZ 16

VARIAÇÃO JAN/DEZ

VARIAÇÃO 2017/2016

MERCEDES-BENZ CLASSE C

233

483

322

28,87%

37,53%

-51,76%

-27,64%

AUDI A3 SEDÃ

230

184

284

28,50%

14,30%

25,00%

-19,01%

BMW SÉRIE 3

200

345

266

24,78%

26,81%

-42,03%

-24,81%

AUDI A4

71

150

100

8,80%

11,66%

-52,67%

-29,00%

JAGUAR XE

30

32

36

3,72%

2,49%

-6,25%

-16,67%

MERCEDES-BENZ CLA

29

71

66

3,59%

5,52%

-59,15%

-56,06%

VOLVO S60

13

18

19

1,61%

1,40%

-27,78%

-31,58%

AUDI A5

1

4

28

0,12%

0,31%

-75,00%

-96,43%

 

 

807

1287

1121

100,00%

100,00%

-37,30%

-28,01%

GRANDES

As vendas dos modelos maiores despencaram 60% nos últimos doze meses. Neste cenário, no entanto, o Classe E manteve o domínio: com 17 emplacamentos, o Mercedes respondeu por quase 50% das vendas da categoria, ou igual à soma dos emplacamentos do segundo ao sétimo colocados.

Mercedes-Benz Classe E

Na vice-liderança, um empate quádruplo entre dois modelos da Audi (A6 e A7), um da BMW (Série 7) e um da Jaguar (XF), com o A7 tendo sido o único a crescer em relação a 2016 (+200%).

Na sexta posição, novo empate, desta vez entre os Mercedes Classe S (2) e CLS (2). Com apenas um emplacamento, BMW Série 5, Lexus ES350 e Porsche Panamera dividiram a lanterna. 

Sedãs Grandes Premium

POS.

MODELO

JAN/17

DEZ/16

JAN/16

% JAN 17

% DEZ 16

VARIAÇÃO JAN/DEZ

VARIAÇÃO 2017/2016

MERCEDES-BENZ CLASSE E

17

33

29

47,22%

36,67%

-48,48%

-41,38%

AUDI A6

3

10

14

8,33%

11,11%

-70,00%

-78,57%

AUDI A7

3

2

1

8,33%

2,22%

50,00%

200,00%

BMW SÉRIE 7

3

1

3

8,33%

1,11%

200,00%

0,00%

JAGUAR XF

3

6

11

8,33%

6,67%

-50,00%

-72,73%

MERCEDES-BENZ CLASSE S

2

4

5

5,56%

4,44%

-50,00%

-60,00%

MERCEDES-BENZ CLS

2

5

3

5,56%

5,56%

-60,00%

-33,33%

BMW SÉRIE 5

1

8

14

2,78%

8,89%

-87,50%

-92,86%

LEXUS ES350

1

3

2

2,78%

3,33%

-66,67%

-50,00%

10º

PORSCHE PANAMERA

1

4

1

2,78%

4,44%

-75,00%

0,00%

 

 

36

90

90

100,00%

100,00%

-60,00%

-60,00%

Fonte: Fenabrave - Fotos: acervo Motor1/divulgação

Seja parte de algo grande