Informação foi antecipada por Artur Martins, chefe de marketing da empresa na Europa

Em entrevista concedida nesta semana à revista britânica Autocar, o executivo Artur Martins confirmou que a Kia colocará no mercado dentro de poucos anos um carro movido a hidrogênio. Chefão da área de marketing da empresa na Europa, Martins adiantou que o projeto está em estágio relativamente avançado de desenvolvimento e que estrear por volta de 2021.

Questionado mais a fundo, o executivo disse também que o carro será inédito - descantando a possibilidade de ser um modelo adaptado, como o Hyundai ix35 Fuel Cell. O formato da carroceria também ainda é um mistério, mas, dada a popularização dos SUVs no mercado europeus, não seria surpresa se a novidade fosse um crossover.

Leia também:

Na mecânica, tudo indica que a novidade terá motorização equivalente a um propulsor 2.0 a combustão, mas com tamanho 15% mais compacto e desempenho 10% superior. A autonomia deve ficar na casa dos 800 km, com velocidade máxima de 170 km/h.

Dependendo do sucesso, a Kia diz que está aberta à possiblidade de novos lançamentos, com direito até à criação de uma família.

Fotos: divulgação 

Seja parte de algo grande