Nada de turbo. Apenas 12 cilindros que produzem 800 cv sem sobrealimentação

Os puristas poderão passar o resto do dia sorrindo. A Ferrari apresentou detalhes da 812 Superfast, uma nova máquina que aparecerá ao vivo pela primeira vez no Salão de Genebra e que alguns engenheiros no mundo ainda conseguem tirar potência de um motor sem sobrealimentação. O maior destaque é o novo V12 aspirado com 800 cv naturais e rotação máxima de 8.500 rpm, que deve gerar uma sinfonia apaixonante disparada pelas quatro ponteiras de escapamento na traseira.

Leia também:

Ferrari 812 Superfast

A 812 é uma "Gran Turismo", ou seja, um carro que pode ser usado nas pistas, com ótimo desempenho, e nas ruas e estradas, como um carro "comum". Instalado na dianteira, o V12 de 6.496 cc possui injeção direta de gasolina e, ligado ao câmbio de dupla embreagem (sem a quantidade de marchas divulgada), faz de 0 a 100 km/h em apenas 2,9 segundos, com velocidade máxima na casa dos 340 km/h. E a tração é traseira, mais um motivo para sorrir, com distribuição de peso de 47% na frente e 53% na traseira.

Ferrari 812 Superfast

Segundo a Ferrari, a 812 resgata a história das V12, F12berlinetta e F12tdf, mas seu desenho "fastback" remete em outro clássico, a 365 GTB4, de 1969. Mas nenhuma delas tinha faróis de LED, como a Superfast. Por dentro, couro, alumínio e outros materiais nobres mostram que ali está um carro de luxo. O conta-giros ainda é analógico, mostrando que a Ferrari ainda não se rendeu aos painéis totalmente digitais em tela de TFT.  

Fotos: Divulgação

Seja parte de algo grande